quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

FLCL (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 20/01/2002.

Alternativos: Furi Kuri, Fooly Cooly
Ano: 2000
Diretor: Kazuya Tsurumaki
Estúdio: Gainax / Production I.G.
País: Japão
Episódios: 6
Duração: 30 min
Gênero: Comédia / Drama / Mecha



Simplesmente insano! Esta é a melhor definição para este anime incrível da Gainax, desenvolvido em conjunto com a Production IG. Pegue todas as seqüências malucas de Kare Kano, eleve à enésima potência e multiplique por mil, para chegar perto da quantidade de loucuras e situações surreais presentes neste anime.




FLCL, ou Furi Kuri, é uma série pequena (apenas 6 episódios), se comparada com os usuais 13 ou 26 episódios da maioria das séries de TV. Em compensação, o visual é impressionante, quase inacreditável para uma produção feita para o mercado de vídeo: animação fluida e detalhada, excelente "design" de caracteres, ótimos efeitos em 3D.




A história basicamente gira em torno de Naota, um garoto de 12 anos constantemente assediado pela malucona Samejima Mamimi, namorada de seu irmão mais velho. Meio rebelde e avesso a regras, Naota parece um tanto entediado com a vida (pai maluco, avô pentelho), até que a piradaça Haruko, uma alienígena, aparece em sua vida, de maneira violenta e hilariante! :) A partir deste encontro, a vida destes personagens nunca mais será a mesma (nem a nossa!)!

Muita gente comenta que FLCL é um anime difícil, não recomendado para crianças ou pessoas que preferem histórias contadas de maneira clássica. Na verdade, o grande problema é que grande parte das pessoas não consegue "viajar" de maneira adequada ao assistir a FLCL, tentando arrumar um sentido em todas as situações inusitadas que aparecem. FLCL não funciona desta maneira: é uma montanha-russa de nonsense e situações engraçadíssimas, que deve ser devorado deixando a razão de lado.




FLCL é um anime imperdível. É reconfortante saber que uma empresa do porte da Gainax não se acomodou com o tempo. Ao invés de curtir os louros do sucesso criando séries pasteurizadas e insossas, apenas para ganhar mais dinheiro, a Gainax faz exatamente o contrário, subvertendo regras e criando obras singulares. Que mais FLCL´s venham com o tempo! :)


Marcelo Reis


 

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Valeu! A resenha é meio antiga e simples (foi o 2º texto publicado no site), mas acabou dando o recado direitinho. ;)

      Excluir