quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Hakkenden (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 04/11/2003.

Alternativos: Legend of the Dog Warriors
Ano: 1990
Diretor: Takashi Anno / Yukio Okamoto
Estúdio: AIC / Pioneer LDC
País: Japão
Episódios: 13
Duração: 24 min
Gênero: Fantasia / Shounen



Antes de falar sobre esta ambiciosa produção da AIC e Pioneer LDC, composta por 13 OVA´s e que levou nada menos que 6 anos para ser finalizada, é imprescindível tecer alguns comentários sobre a obra na qual este anime foi baseado. "Nansou Satomi Hakkenden", ou simplesmente "Hakkenden", é considerada a mais longa história entre os clássicos japoneses. Hakkenden foi originalmente lançado em 106 volumes, num total de 180 capítulos, e levou impressionantes 28 anos para ser criado!

Este clássico do século XIX foi escrito por Kyokutei "Bakin" Takizawa, o mais famoso autor japonês da época, possuidor de grande imaginação e vasto conhecimento sobre outros clássicos da literatura. O prestígio de Bakin era tão grande que ele se tornou a primeira pessoa no Japão a viver exclusivamente dos ganhos obtidos com a literatura. Até então, a arte da escrita literária era considerada apenas uma atividade secundária, e não uma profissão.

É fácil notar que a tarefa de converter um clássico desta magnitude para uma série de apenas 13 OVA´s não seria brincadeira. O próprio autor de um antigo site sobre Hakkenden dizia que a história do anime era bem diferente do livro, mas por se tratar da única versão de "Hakkenden" disponível em outro idioma que não o japonês (até o momento), temos mais é que agradecer pela chance de termos acesso, ainda que parcial, a este fantástico universo criado por Bakin.

Em linhas gerais, a história de Hakkenden se relaciona à guerra que se desenrola entre as famílias rivais Satomi e Anzai, na época do Xogunato Muromachi. Estando à beira da fome, o clã Satomi havia pedido ajuda ao clã Anzai, mas este último, liderado pelo Lorde Anzai Kagetsura e auxiliado por forças demoníacas, envia 2000 tropas para aniquilar os Satomi. Acuado, o clã Satomi é obrigado a se isolar no castelo Takita.

No desespero crescente que acompanhava a falta absoluta de comida e a sensação de derrota iminente, o Lorde Satomi Yoshizane comenta, em tom de brincadeira, com seu cão Yatsufusa: "Traga-me a cabeça de Anzai Kagetsura, e eu lhe darei a mão de minha filha em casamento". Acreditando nas palavras de seu dono, Yatsufusa cumpre a missão. Sem saída, Lorde Satomi é obrigado a acatar a promessa feita, e oferece sua filha, Princesa Fuse, ao cão Yatsufusa (!!).

Para encurtar a história (e isto ainda é apenas a introdução!), basta dizer que os 8 filhos de Yatsufusa e Fuse, nascidos em forma espiritual após a morte da mãe, reencarnam alguns anos depois, cada um contendo uma Esfera Sagrada em seu corpo. Estas esferas originaram-se do rosário Budista usado por sua mãe, na epoca de sua morte, e cada uma delas representa uma das Oito Virtudes do Confucionismo. Cada filho, assim, representará esta virtude, lutando pela justiça na província de Awa.


Não se deixem enganar pelo enredo aparentemente herético (casamento entre uma humana e um cão, gerando filhos), pois esta questão é mostrada de maneira delicada e nada apelativa. Além disto, todo o universo em que se desenrola a história é repleto de aspectos fantásticos e místicos, e os exageros que acontecem ao longo da narrativa são mais do que justificados por estes aspectos. O que realmente importa é que Hakkenden é uma história apaixonante, com personagens carismáticos e um equilíbrio notável entre drama, aventura e fantasia.

Falando especificamente da versão em anime, Hakkenden mostra de cara que é uma obra muito diferente. Repleto de cenas de luta excepcionais, Hakkenden não economiza no sangue nem na violência, mas, felizmente, evita ser apelativo como o horroroso "Ninja Resurrection" (Makai Tenshou). O ambiente retratando o Japão Feudal é riquíssimo, não apenas na parte visual mas, principalmente, no tocante aos relacionamentos interpessoais, mostrando a importância de se honrar o nome da família acima de tudo.

Hakkenden possui uma história muito complexa, e a enorme quantidade de nomes que vai aparecendo pode confundir os espectadores mais desatentos. O maior problema relacionado à complexidade se reflete no ritmo da história, cativante na maior parte do tempo mas bem capenga em alguns momentos. Nota-se, também, uma divisão injusta na importância de cada um dos 8 irmãos dentro da história. No livro original, todos são igualmente importantes, já que o equilíbrio das 8 virtudes é o ideal a ser alcançado: no anime, alguns dos irmãos têm presença quase decorativa (curiosidade: todos eles possuem a palavra "Inu" (cão) no sobrenome).

Mas o grande, o gigantesco problema com Hakkenden se relaciona à inconsistência na qualidade da animação. Acreditem: vocês NUNCA viram nada igual! A animação até o episódio 3 é fantástica, com um desenho de personagens magnífico e cenários deslumbrantes (apesar de quedas inexplicáveis na qualidade em alguns momentos)... e eis que chega o estranhíssimo episódio 4! Personagens com traços horrendos e cara de imbecis (a ponto de não lembrarem, nem de longe, os personagens do primeiros episódios), cenários simples e com poucas cores, tudo muito estranho! Vejam a foto ao lado, e tirem suas dúvidas! ^__^ Felizmente a coisa melhora a partir do episódio 5, vira lixo novamente nos episódios 9 e 10, para continuar em grande estilo até o episódio final.



Não fosse a queda de ritmo em alguns episódios e o traço tenebroso em vários momentos, Hakkenden seria um anime quase perfeito. Ainda assim, é uma obra altamente recomendada para todos aqueles fascinados pelo Japão Feudal, mas que querem um anime com um pouco mais de conteúdo e estilo do que a média das produções ambientadas neste mesmo período.


Marcelo Reis


 

8 comentários:

  1. Saudações...

    Parabens pela postagem, é bom ver que alguém colabora para que estes clássicos japoneses não desapareçam! Assisti um episódio deste em um evento no ano de 2002, e fiquei curiosíssima para saber o resto...

    Você teria alguma dica de onde consigo encontrá-lo legendado?

    Grata se vir minha mensagem e abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nanda.

      Antes de mais nada, muito obrigado pelos comentários e pela mensagem por e-mail.

      Sobre a série legendada, eu assisti com legendas em inglês na época, e não sei se esta seria uma opção pra você. De toda forma, há uma playlist no YouTube com os 13 OVAs legendados em espanhol: espero que ajude. :)

      O link é https://www.youtube.com/watch?v=MqJW-vKwMmM&list=PLarsN5fI9T_262zw99fim1T6pnVVMlS7R

      Um abraço!


      Excluir
    2. Grata de verdade! E apoio o que você falou no email, sobre a acessibilidade maior do público aos clássicos japoneses (ou orientais como um todo)... Não importando qual a mídia! Às vezes me entristece ver o pessoal mais novo achando que certas ideias são inventadas agora apenas por não pesquisarem... Mas ao mesmo tempo isto dá margem à nós compartilharmos com eles...

      Excluir
    3. Desde já, desculpe... Escrevo demais!^^"

      Excluir
  2. PS.: Foi também através do qual conheci esta história da lenda japonesa sobre a união entre um cão e uma humana BEM ANTES de INUYASHA...rsrs E creio que Rumiko Takahashi tenha se baseado nes mesma lenda...XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha pensado nisto, mas pode ser que isto tenha acontecido mesmo. :)

      Excluir
    2. Rumiko usou não somente esta, mas outras lendas do folclore oriental também, e talvez até do ocidental, já que um dos filmes [longas] de InuYasha faz referência à uma ilha que "aparece e desaparece na névoa", o que coincide com a descrição de AVALON...
      E também em outros destes filmes [que era onde ela saía um pouco da história do anime] ela se vale de maneira fantástica da lenda da "princesa da lua e dos sonhos",utilizando um poema [recitado ao longo do filme]para representar os cinco elementos [que no ocidente são quatro]... Muito interessante de ver!

      Excluir
    3. Ah, e vale comentar, que a lenda da princesa da lua também serviu de base para Naoko Takeushi criar a famosa Sailor Moon... XD

      Excluir