quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Haunted Junction (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 21/11/2002.

Ano: 1997
Diretor: Yuji Mutoh
Estúdio: Bandai Visual / Studio DEEN
País: Japão
Episódios: 12
Duração: 25 min
Gênero: Ação / Comédia / Sobrenatural



Saito High tinha tudo para ser uma escola japonesa como todas as outras, não fosse um pequeno detalhe: em uma sala localizada em seu interior encontram-se 7 distintivos, representando os poderosos espíritos desta escola. Estes distintivos tem o poder para abrir uma comunicação entre o mundo físico e o mundo espiritual... em mãos erradas, as conseqüências podem ser imprevisíveis. Para evitar um desastre, entra em ação o Santo Conselho Estudantil de Saito High. Seus membros são:

- Houjo Haruto, filho de um padre católico que ocupa o cargo de presidente do Conselho a contragosto.Tudo o que deseja é levar uma vida normal, como a maioria das pessoas.

- Asahina Mutsuki é a exorcista oficial do Conselho. Filha de um pastor Shinto, Asahina é interesseira e, para completar, completamente tarada por garotos novinhos!

- Ryudo Kazumi é filho de um monge budista, e costuma ser possuído por diferentes tipos de espíritos, o que o deixa sempre em situações muito embaraçosas.

A função primordial do Santo Conselho Estudantil é ajudar os espíritos presos à Terra, pelos mais variados motivos, a se libertarem. Nem sempre as missões são pacíficas, e Haruto, como presidente do Conselho, tem a capacidade de invocar os 7 espíritos da escola quando necessário.


Haunted Junction é uma série de 12 episódios produzido pela Media Works, e faz uma gozação tremenda com histórias de fantasmas, espíritos, possessão, brincando ainda com as lendas de espíritos que assombram as escolas japonesas. Miss Hanako e Red Mantle, por exemplo, são os fantasmas que controlam as cabines dos banheiros masculino e feminino... é impossível resistir a seus encantos! ^_^

A série começa em ritmo alucinante, e o primeiro episódio é perfeito! Infelizmente o ritmo não se mantém no restante da série, e as mesmas piadas vão sendo repetidas ao longo de todos os episódios... depois de um tempo isto cansa, e muito! Talvez um grande erro dos produtores tenha sido a indefinição do seu público-alvo. Haunted Junction começa como uma série para adolescentes mas, com o tempo, se torna extremamente infantil e maçante. Quanto aos aspectos técnicos, a animação é fraquinha, o desenho dos personagens é bem simples, assim como toda a arte em geral.

Outros problemas dizem respeito a alguns dos personagens principais. Haruto é muito legal, seu desespero ao final de cada episódio, gritando "Oh! My God!", é demais! O problema são seus companheiros Asahina e Kazumi. Asahina é uma mala-sem-alça de doer! Não dá para imaginar a razão pela qual os autores ainda criam heróis e heroínas pedantes e convencidos, como se isto fosse uma característica bacana. Em relação a Kazumi, o problema é seu mau aproveitamento na série. Os momentos em que ele é possuído pelos espíritos são ótimos, mas raramente aparecem. Talvez este anime não ficasse tão monótono se Kazumi tivesse mais espaço na trama.



Haunted Junction foi bem decepcionante, principalmente depois de ter lido várias críticas positivas a seu respeito. Talvez o público infantil curta um pouco mais, já que as piadas e "gags" são bem simples e de digestão imediata... quanto aos adolescentes e adultos, é melhor esquecer.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário