sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Moloch (Movie)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 20/01/2012.

Ano: 2006
Diretor: Marcin Pazera
Estúdio: Platige
País: Polônia
Episódios: 1
Duração: 8 min
Gênero: Ação / Violência


Vencedor do prêmio máximo no festival Animago 2006 (Alemanha), "Moloch" talvez seja o mais sombrio dos curtas de animação do Platige Image. Dirigido por Marcin Pazera, "Moloch" se torna ainda mais impressionante ao sabermos que o projeto foi originalmente concebido como o trabalho de graduação do diretor na Academia de Belas Artes de Cracóvia.

Em um mundo arrasado e degenerado, numa fábrica que já teve seus dias de glória no passado mas que, no presente, é apenas um gigantesco espaço vazio e frio, vive uma máquina descontrolada chamada Moloch. De tempos em tempos, Moloch desperta de seu estado letárgico e sai para uma verdadeira orgia de carnificinas no mundo exterior. Um robô com instintos assassinos, como os humanos.


Tudo em "Moloch" é utilizado no sentido de criar um ambiente triste, deprimente, opressivo. Para começar, não há nenhuma trilha musical neste curta-metragem, apenas efeitos sonoros distorcidos e incômodos de objetos mecânicos, ranger de engrenagens e coisas afins. A fotografia enevoada em tons de cinza e com muito jogo de luzes e sombras aumenta o clima de desolação, dando uma sensação muito palpável de um verdadeiro pesadelo na vida real.

Para quem não se cansa da minha "babação de ovo" em relação à perfeição técnica das obras do Platige Image, aí vai mais uma, então. "Moloch" talvez seja a obra mais impressionante do estúdio em termos visuais. A modelagem dos objetos e, especialmente, as texturas e filtros utilizados dão uma sensação de realismo quase absoluto. Ajuda ainda o estilo de "filmagem", digamos assim, uma vez que a câmera não fica apenas dando "travellings" impecáveis e sem tremedeiras. Pelo contrário: em grande parte dos momentos, a sensação é de que a câmera está ali dentro, no campo de batalha, várias vezes assumindo uma visão em 1a pessoa do que acontece.



"Moloch" é uma animação que deve ser vista mais de uma vez, não apenas para admirar com calma todos os detalhes visuais mas, principalmente, para entender bem o que acontece ao longo da narrativa. A primeira vez pode deixar o espectador meio perdido, mas depois de passado o choque inicial, dá para pegar bem melhor o fio da meada e, com isto, a obra cresce substancialmente na memória.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário