sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Pet Shop of Horrors (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 25/12/2002.

Ano: 1999
Diretor: Toshio Hirata
Estúdio: Madhouse
País: Japão
Episódios: 4
Duração: 25 min
Gênero: Terror / Mistério


Conde D é o enigmático proprietário de uma loja de animais em Chinatown, e passa a ser investigado pela polícia após uma série de mortes misteriosas, já que todos os indivíduos mortos tinham em comum o fato de serem clientes de sua loja. Quem se encarrega desta investigação é o detetive casca-grossa Leon, membro do departamento de Homicídios e absolutamente sem papas na língua. À medida em que tempo passa, Leon passa a conhecer um pouco mais da personalidade única de Conde D, além de se deparar com situações surreais que desafiam a lógica e o bom senso.

Contando com o talento da Madhouse por trás das animações, Pet Shop of Horrors é uma série de 4 OVA´s com um visual muito interessante, especialmente no tocante aos cenários e figurinos. Com um estilo que lembra um pouco as séries "Além da Imaginação" e "Histórias Maravilhosas", Pet Shop of Horrors possui um clima de pesadelo, quebrado apenas por alguns momentos de humor por parte de Conde D. Andrógino, com um olho de cada cor e uma maneira lógica de pensar que lembra os Abhs (Seikai no Monshou e Seikai no Senki), Conde D é, de longe, a alma desta série. Ele não é uma pessoa má, e não esconde a verdade de Leon em nenhum momento... o problema é que a verdade nem sempre é muito convincente, e não dá para culpar Leon por não acreditar nas explicações! ^_^


Pet Shop of Horrors trabalha muito em cima do poder de sugestão sobre o subconsciente das pessoas. Os clientes da loja de Conde D buscam uma maneira de superar pesados traumas do passado, e ele sempre tem algum "presente" especial escondido numa sala. O contrato entre o cliente e a loja é bem rígido... se houver violação dos termos assinados, o culpado deverá sofrer as conseqüências de seus atos. É aí que o bicho pega...


Mesmo tendo todas as condições de se tornar uma obra-prima, Pet Shop of Horrors falha feio em alguns aspectos:

- a falta de um personagem carismático além de Conde D;
- ritmo um tanto capenga em algumas partes;
- soluções simplistas;
- final em aberto, fraco e não convincente.






Pet Shop of Horrors é uma série legal, mas que não consegue passar o clima de terror e estranheza a que se propõe. Vale pelo visual, por algumas seqüências inspiradas e por Conde D, mas não chega aos pés do fantástico Boogiepop Phantom.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário