sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Phantom Quest Corporation (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 05/07/2004.

Alternativos: Phantom Quest Corp., Yugen Kaisha, Yougenkaisha
Ano: 1994
Diretor: Koichi Chigira
Estúdio: Madhouse / Doumu
País: Japão
Episódios: 4
Duração: 30 min
Gênero: Aventura / Comédia / Mistério



É triste constatar que um anime engraçado e inspirado como Phantom Quest Corporation seja praticamente desconhecido entre os fãs de animação japonesa, enquanto obras dispensáveis e comercialóides garimpam mais e mais adeptos ao redor do mundo, em um verdadeiro processo de lavagem cerebral. Esta série de 4 OVAs, produzida pela Pioneer LDC e com animação a cargo da fantástica Madhouse, merece uma melhor divulgação, pois é um excelente exemplo de anime satírico, que detona sem dó os clichês utilizados à exaustão em obras de terror.

Yougenkaisha (ou Phantom Quest Corporation) é uma misteriosa empresa, um tipo de companhia fantasma cujas atividades não se enquadram em nenhuma categoria econômica conhecida. Sua proprietária é Ayaka Kisaragi, uma gostosona que usa roupas curtíssimas e que tem como missão exterminar espíritos malignos e vários tipos de monstros ameaçadores. Preguiçosa, dorminhoca, uma tremenda boca-suja e chegada numa bebida alcóolica, Ayaka é constantemente colocada na linha por seu sócio, o jovem Mamoru Shimesu, na base da pancada (Calma, feministas! Ele ainda é uma criança!). Responsável pelas finanças da Yougenkaisha, Mamoru sofre com o destempero e a falta de controle de Ayaka que, de posse de seu poderoso batom vermelho, se transforma em uma verdadeira máquina de destruição atômica. Os constantes gastos para cobrir os prejuízos invariavelmente deixam os cofres da Yougenkaisha no vermelho... que sofrimento!


Ayaka e Mamoru contam com a ajuda de Kozo Karino, funcionário da polícia que costuma passar algumas dicas de casos bizarros para a Yougenkaisha. Completamente retardado e com uma pinta de bonachão sonolento, Karino, na realidade, fica ligadíssimo em tudo que acontece. Mesmo não fazendo parte da Yougenkaisha, ele costuma participar das missões, talvez para ficar mais perto de Ayaka, por quem parece nutrir um sentimento todo especial (hehehe...).

Phantom Quest Corporation não apresenta nenhuma novidade gritante em termos de enredo ou estrutura narrativa. Os personagens são clichê puro, apesar de carismáticos, e a série não possui nenhum tema central que evolua com o desenrolar dos episódios, a não ser mostrar as desventuras enfrentadas por Ayaka & Cia. Cada um dos 4 OVAs da série conta a história de um caso específico, que se fecha ao final do episódio.

Se o enredo não é nenhuma obra-prima, a diversão proporcionada por este anime é de primeira linha. Exagerado e engraçadíssimo, Phantom Quest Corporation é uma metralhadora giratória de situações hilárias que chegam a causar dor de barriga no espectador, tamanha a quantidade de risadas. Não se poderia esperar outra coisa de uma série com uma protagonista solteirona e mal-amada, a qual é constantemente chamada de "velha" e que precisa combater inimigos inusitados, como um vampiro anêmico (!!). A animação tradicional, realizada impecavelmente pela Madhouse, e a dublagem excelente de Rika Matsumoto (seiyuu responsável pela voz de Ayaka, que ainda canta os temas de abertura e encerramento) dão um tempero adicional a esta divertida série. Ah, um pouquinho de "fan-service" também não faz mal a ninguém...



Com uma ótima mistura de humor, suspense e terror, Phantom Quest Corporation peca apenas pelo ritmo deficiente dos OVAs finais, bem inferiores aos insanos episódios iniciais. Ainda assim, este ótimo anime vale cada minuto dispendido em frente à tela da TV (ou monitor). Phantom Quest Corporation pode não mudar a vida de ninguém, mas certamente garantirá umas boas 2 horas de gargalhadas a quem se dispuser a conhecê-lo.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário