sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Professor Dan Petory's Blues (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 20/03/2007.

Alternativos: Dan Petory Kyoushi no Yuutsu
Ano: 2002
Diretor: Hidekazu Ohara
Estúdio: Studio 4ºC
País: Japão
Episódios: 1
Duração: 10 min
Gênero: Comédia


Esta série de OVAs curtinhos do Studio 4ºC, "Sweat Punch", é um negócio viciante. Cada pequeno anime deste coletânea possui uma alma própria, com características bem distintas das demais obras da série mas, ainda assim, com alguma coisa sutil em comum, algo que apenas um estúdio independente e criativo como o Studio 4ºC poderia oferecer.

"Professor Dan Petory's Blues", lançado em 2002, inaugurou a série "Sweat Punch" com grande estilo, apresentando uma mistura bem equilibrada de informações científicas, crítica ao ser humano e o mais puro humor "non-sense", tudo isto auxiliado pelo uso de várias técnicas diferentes de animação.

Percebe-se que o anime é diferente logo de cara, com um diálogo ambientado em um quarto de motel, dentro do qual uma mulher e seu amante se preparam para fazer "as coisas boas da vida", se é que me entendem. A mulher reclama com o amante sobre sua infelicidade no casamento e o filho que precisa criar, o que acaba gerando uma pequena discussão e estragando o clima amoroso. Sem ânimo algum para brincar na cama com o companheiro, a mulher resolve ligar a TV e começa a assistir a um programa de TV com um japonês verde (!) que controla uma marionete, o famoso Professor Dan Petory.


E a história basicamente gira em torno da transmissão deste programa, no qual o figuraça Professor Dan Petory se move como um louco e fala como uma metralhadora, ensinando um monte de abobrinhas aos telespectadores. Por que os OVNIs voam em zig-zag? Por que a Terra é azul? E, auxiliando nosso amigo na transmissão, temos as hilárias Soybeans Sisters (é isto aí mesmo, são feitas de feijões de soja!), 3 mulheres que, no melhor estilo "Dreamgirls", aparecem cantando e dançando na tela para complementar as informações do iluminado Professor.

Com sua voz baixinha e engraçadíssima, o Professor é um personagem e tanto, e seu carisma foi auxiliado pelo excelente trabalho em 3D da equipe de animação. Além da movimentação que realmente lembra uma marionete sem controle, a textura utilizada foi muito bem aplicada, dando a impressão que o Professor é mesmo feito de pano. O interessante neste anime, conforme foi dito no início, diz respeito à perfeita mistura de técnicas usadas. Desenhos em 2D, animação 3D, recortes, tudo isto é utilizado sem medo, e é um deleite para aficcionados em animação poderem observar como todas estas técnicas diferentes propiciam um excelente resultado conjunto quando bem utilizadas.



Apesar do "nonsense" onipresente, "Professor Dan Petory's Blues" consegue juntar toda esta loucura numa engraçada crítica ao comportamento humano, que impõe o seu ponto de vista como verdade suprema. Um anime tão curtinho que fala de física, tira uma onda com a cara dos humanos e ainda diverte... precisa pedir mais? Não é algo que vá mudar o mundo mas vale cada segundinho em frente à tela.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário