sábado, 16 de fevereiro de 2013

The Cowboy´s Flute (Movie)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 30/08/2008.

Alternativos: Mu Di; The Cowherd´s Flute; The Buffalo Boy and his Flute
Ano: 1963
Diretor: Te Wei / Qian Jiajun
Estúdio: Shanghai Animation
País: China
Episódios: 1
Duração: 20 min
Gênero: Aventura / Drama / Fantasia


Lançado três anos após "Where Is Mama?" e utilizando a mesma técnica de animação, "The Cowboy´s Flute" mostra uma grande evolução em termos técnicos e narrativos por parte de Te Wei e sua equipe. De acordo com a ficha técnica do DVD "Chinese Classical Animation - Te Wei Collection", ao invés de utilizar as pinturas de Qi Baishi como inspiração nesta obra, Te Wei homenageou o estilo de Li Keran, pintor contemporâneo famoso por retratar a região campestre ao sul do rio Yangtze.

Em "The Cowboy´s Flute", um garoto guia seu búfalo pelos pastos, rios e montanhas da região onde vivem. Um verdadeiro prodígio ao tocar sua flauta de bambu (Dizi), o garoto se aproveita da música que produz para orientar seu búfalo com maior facilidade, uma vez que o animal não o obedece sem a ajuda da melodia. De certa forma, isto é culpa do garoto, pois ao invés de tentar se harmonizar com o animal e com a natureza ao redor, ele tenta se impor através do controle físico e de seu incrível talento musical

Certo dia, ao adormecer no alto de uma árvore, o garoto começa a sonhar e percebe que, sem sua flauta, ele não consegue se comunicar nem dominar o búfalo. Seria possível algum tipo de comunicação entre ambos sem o auxílio do instrumento? Talvez uma relação baseada na harmonia, e não na imposição?

Obviamente, por se tratar de uma animação protagonizada por um flautista, este instrumento de sopro predomina na trilha sonora, ainda que auxiliado por uma base tipicamente chinesa com instrumentos de cordas. "The Cowboy´s Flute" ainda é beneficiado pelo uso inteligente dos efeitos sonoros, pois como a natureza é quase um personagem adicional na história, nada mais justo do que marcar sua presença através do sons do vento, cachoeiras, entre outras coisas.


Nesta obra, Te Wei atuou como roteirista e diretor, dividindo esta última função com Qian Jiajun, e apesar de não usar nenhum tipo de diálogo ou narrativa, "The Cowboy´s Flute" tem um enredo perfeitamente compreensível. A história é bem simples, e como na maioria das animações produzidas na China nesta mesma época, pode ser vista como um tipo de alegoria que remete à política de Mao-Tsé Tung e de todo o Partido Comunista naquele período, pregando a humildade por parte de quem está no poder e a união de todos em busca de um bem comum. Mas com um artista como Te Wei no comando, uma obra que poderia se tornar panfletária se transforma numa verdadeira poesia visual e musical.

Logicamente, o estilo visual ainda é o grande destaque. Se a técnica de aquarela usada em "Where Is Mama?" já impressionava, aqui as coisas atingem um patamar muito mais elevado. A começar pelos cenários, quase inexistentes em "Where Is Mama?" e que aqui são desenhados e animados com uma tremenda riqueza de detalhes. Nuvens translúcidas que envolvem as montanhas, folhas e bambus balançando ao vento, rios que correm pelos campos e formam cachoeiras tão impressionantes que só vendo para crer.

Mas não é apenas o cenário que merece destaque em termos visuais. Os personagens, humanos ou não, possuem movimentos e expressões faciais cheios de detalhes e sutilezas, e neste aspecto o búfalo é o elemento mais interessante, pois possui uma expressão tranqüila e curiosa que combina perfeitamente com seu comportamento "viajandão". O fato do garoto possuir feições chinesas dá um maior clima de autenticidade à obra, como se a história realmente se passasse às margens do rio Yangtze. Esta sensação de autenticidade é auxiliada por detalhes que mostram um pouco do dia-a-dia na vida dos chineses que vivem no campo: os pastos e campos de plantio de arroz, trabalhadores braçais caminhando nas estradas de terra, crianças brincando à beira dos lagos...



Obra simples, mas muito poética e tecnicamente irrepreensível, "The Cowboy´s Flute" é mais uma demonstração de que é possível criar verdadeiras obras-primas da animação a partir de desenhos feitos à base de pincel e aquarela. E com um mestre como Te Wei controlando o timão, só mesmo um acidente poderia impedir "The Cowboy´s Flute" de ser a maravilha que é.


Marcelo Reis


 

2 comentários:

  1. O animehaus dedicando-se não apenas a produções japonesas. Parabéns e obrigado pelas resenhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Mauro, apesar do foco principal ser realmente nas produções japonesas, há tantas pérolas da animação criadas em todo o mundo e que merecem ser conhecidas... foi difícil resistir à tentação. ;)

      Excluir