quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

The Deer's Bell (Movie)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 02/07/2010.

Alternativos: Lu Ling; Bell on a Deer
Ano: 1982
Diretor: Wu Qiang / Tang Cheng
Estúdio: Shanghai Animation
País: China
Episódios: 1
Duração: 20 min
Gênero: Drama / Fantasia / Infantil



Mais uma obra produzida no período de renascimento da animação chinesa, ocorrido a partir de 1979, "Deer´s Bell" se inspira nas animações de Te Wei utilizando técnica de aquarela. E se não chega ao mesmo nível das obras do grande mestre em termos narrativos, não deixa nada a desejar em relação à parte técnica.

Um filhote de cervo vive feliz com seus pais na floresta. Mas uma águia surge do nada e tenta roubar o filhote que, assustado, foge para o meio da floresta e machuca as patas. Enquanto seus pais o procuram desesperadamente, ele é encontrado por uma garota e seu avô, que cuidam de seus ferimentos e tratam-no como um bichinho de estimação. A garota até treina o filhotinho para atender a seu chamado: sempre que ela toca um sininho, ele volta imediatamente para sua companhia. Dividido entre o amor da garotinha e a saudade que sente dos pais, o que reserva o futuro para nosso amargurado amigo?

 

Alguns aspectos destas animações em aquarela do Shanghai Animation Studio não mudam muito. A trilha sonora, como sempre, baseia-se em instrumentos de corda e sopro tipicamente chineses, que se encaixam perfeitamente na abordagem naturalista da obra. Tecnicamente, "Deer´s Bell" é tão bem feito quanto as obras de Te Wei, com um traço e animação delicados e extremamente detalhados. Os cenários são lindos, com efeitos de ondulações na água, neblinas, flores muito bem coloridas, e a movimentação e expressão de todos os personagens é incrível. A garotinha, em especial, é de uma delicadeza ímpar, e a atenção aos detalhes é tanto que conseguimos ver até os seus olhos marejados de lágrimas... tudo isto, lembrem-se, usando técnica de animação em aquarela.

O cervo tem a curiosidade típica de um filhote, sempre de olho em tudo o que a garotinha faz, e é possível perceber a afeição sincera que surge entre ambos. O problema é que, com 20 minutos de duração, "Deer´s Bell" acaba se alongando além do necessário, e mostrando situações e mais situações que enfatizam esta afeição recíproca. Em pouco tempo o espectador já percebe isto, e o excesso de repetição nesta mesma tecla acaba deixando o terço médio da animação um pouco monótono. Além disto, a inteligência quase humana do cervo destoa um pouco do caráter mais realista do início, e como a narrativa acaba tomando um rumo cada vez mais sentimental e infantil, a impressão que fica é que estamos assistindo a uma obra "Disney" com roupagem oriental. Nada contra as animações de Disney, muito pelo contrário, mas no caso de "Deer´s Bell", ficou faltando algum conflito mais marcante ao longo da história, ou mesmo alguma mensagem final, para torná-la um pouco mais interessante.




Vencedor de alguns prêmios na China (Melhor Animação no Golden Rooster Awards 2003) e na ex-URSS (Prêmio Especial de Animação no Moscow International Film Festival de 1982), "Deer´s Bell" nem de longe é uma obra ruim, só não é tão boa quanto as obras de Te Wei. Mas como o parâmetro de comparação aqui é meio alto, talvez seja melhor aceitar a obra simplesmente pelo que ela é: uma animação infantil tecnicamente impecável, mas muito simples do ponto de vista narrativo, sobre a amizade entre um cervo e uma garotinha. E acreditem: só o visual incrível vale pelo menos uma assistida.


Marcelo Reis


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário