quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Bakuretsu Hunters (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 15/10/2003.

Alternativos: Sorcerer Hunters
Ano: 1995
Diretor: Koichi Mashimo
Estúdio: XEBEC
País: Japão
Episódios: 26
Duração: 30 min
Gênero: Aventura / Comédia / Fantasia






Misture um completo idiota tarado, um mago ligeiramente depressivo, um fisiculturista maluco, duas mulheres escandalosas e ainda junte a isso um enredo recheado com elfos, guerreiros, fantasia, romance e comédia exageradamente dosados num único anime. Esse é Bakuretsu Hunters.

O Império Famille, do continente de Spooner, quer impedir o avanço de pesquisas malignas feitas por alguns feiticeiros, que dominam a população, tornando-os miseráveis. Big Mamu, líder da Igreja Stela e do Império, quer banir aqueles que usam seus conhecimentos e poderes para o mal e, para isto, se utiliza de um grupo que viaja pelo mundo para combatê-los, chamado Bakuretsu Hunters, ou Caçadores de Feiticeiros.

Dos personagens principais, Carrot Glasse é um tarado compulsivo, e volta e meia sai correndo atrás da mulherada. Cafajeste e invocado, vive se metendo em encrenca por causa "delas", mas de vez em quando tem uma recaída de cavalheirismo (mas bem de vez em quando mesmo!), e a cada vez que é atacado com magia, se transforma em um mostrengo que mais parece uma mistura de cavalo e boi no corpo de um urso; seu irmão, o mago Marrom Glasse (não é nome de doce, não!) é calmo, calculista, sempre tem uma boa idéia em horas complicadas mas, assim como o irmão, tem algumas recaídas (não tão drásticas como as de Carrot). Às vezes ele se torna depressivo e esquentado, principalmente quando é assediado por Gatou Moka, um fisiculturista super convencido, que não perde a oportunidade de se despir e exibir-se fazendo poses ridículas... um completo idiota, como Carrot, acha que tudo pode ser resolvido pela força e, claro, vive encrencado por isso...




...e, finalmente, Chocolat e Tira Misu, irmãs portadoras do que a gente chamaria de dupla personalidade: enquanto não têm problemas, são mulheres normais (ambas apaixonadas por Carrot, que as esnoba), esquentadas, irritantes, briguentas e resmungonas, mas quando estão para entrar em uma luta mudam de roupa e personalidade... na verdade não mudam de roupa, tiram quase tudo, um negócio meio sado-masoquista, principalmente quando elas têm que acalmar a forma animal de Carrot: dá-lhe chicotadas!

Criado por Satoru Akahori em 1996, com 26 episódios e 3 ovas, Bakuretsu Hunters é um anime voltado principalmente para os fãs de RPG que são muito ligados em cenários medievais. A trilha sonora é excelente: What's Up Guys, Mask, Shoot! Love Hunter são temas cantados por grandes ídolos da música Jpop, como Megumi Hayashibara e Masami Okui.

Outra coisa que chama a atenção em Bakuretsu Hunters é a dublagem, um trabalho muito bem feito por Shinosuke Furumoto (Carrot Glasse), Madono Mitsuaki (Marron Glasse), Yuko Mizutani (Chocolat Misu), Megumi Hayashibara (Tira Misu) e Kiyoyuki Yanada(Gateau Moka). Com um crédito especial para Shinosuke que, num excelente trabalho, faz qualquer um morrer de rir das gritarias histéricas de Carrot.



A série de TV segue a mesma linha de muitas outras histórias curtas, que se desenvolvem e terminam num mesmo episódio, sem um enredo central. Se você está procurando diversão, é um bom anime, mas se está esperando uma grande história, com certeza vai se decepcionar. Se você está sem fazer nada, vale a pena.

Cátia Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário