quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Bible Black (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 13/05/2007.

Alternativos: Bible Black: La Noche de Walpurgis
Ano: 2001
Diretor: Hamuo / Kazuyuki Honda / Sho Hanebu
Estúdio: Milky / Image Works
País: Japão
Episódios: 6
Duração: 28 min
Gênero: Adulto / Hentai / Terror





Produzido em 2001, composto por 6 episódios e animado pelo Studio Milky Animation Label, Bible Black, ou simplesmente BB, é considerado por muitos um anime hentai clássico. Afinal, se comparado à maioria dos hentais do mercado, ele se difere bastante, pois possui realmente uma história, mas devemos levar em consideração que um ”hentai“ sempre é e será um ”hentai“, ou seja o foco principal é o sexo.

A nossa historia começa quando Minase, um estudante colegial que possui certa afinidade com ocultismo e bruxaria, encontra um velho livro de magias e descobre que as suas invocações podem ser verdadeiras. Ele acaba sendo seduzido pelo poder contido neste livro, usando, assim, essas magias para benefício próprio. Mas, com o tempo, ele vai descobrir que não é o único interessado em bruxaria e poder na escola. Outra personagem principal é a jovem e belíssima Imari, amiga de infância que estuda na mesma classe de Minase, é apaixonada por ele mas nunca se declarou, acaba sendo a nova vítima dessa história.

Há cerca de 20 anos, alguns alunos dessa mesma escola foram mortos misteriosamente por uma seita oculta, e nunca se esclareceu o que realmente ocorreu naquele dia. Sabe-se apenas que as loucuras ocorridas naquele tempo ainda persuadem os alunos, fazendo com que alguns pratiquem bruxaria.

Muitos dos que estão à volta do jovem Minase anseiam por um pouco de poder, e a boataria gerada por acontecimentos inesperados dentro da escola acabam colocando o rapaz num caminho sem volta. Essa situação atrai muitos inimigos ao nosso jovem aprendiz de bruxo. 




E é aqui que introduzimos um dos mais importantes e enigmáticos personagens da série BB, a Dra. Kitami Reika. Ela ou ele, depende de como ela estiver fazendo suas estripulias, é uma pessoa rancorosa que esta na busca de um corpo perfeito para continuar sua vida. Ficaram confusos... liga não, é normal. Como já havia explicado, este anime é um dos poucos hentais que conheço que tentou desenvolver um história.

É bastante interessante notar como os personagens foram reaproveitados (na série e nos ovas) para, assim, finalizar a história, como a senhorita Takeshiro Hiroko, uma bela e gostosona professora que se torna alvo do ódio da Dra Kitami. Ódio? Não tá entendendo? É melhor assistir a Bible Black Gaiden para entender tudo nos mínimos detalhes, pois ele serve de prólogo para essa seqüência de OVAs. E como já afirmei na "review" de BBGaiden, mocinhos e bandidos podem trocar de papéis, uma doce criança pode se tornar uma pessoa muito má, tudo depende do seu ponto de vista.

A qualidade da animação é impecável para um anime hentai. As musicas são diretamente ligadas ao anime, sombrias e cantadas em idiomas diferentes, a pronúncia dos feitiços é estranha, não consegui identificar o idioma (“... um pouquinho frustrada por isso), mas para um apreciador de hentai isso é o que menos importa.

(OBS do Webmaster: De acordo com alguns e-mails recebidos por usuários do site, o idioma em questão é o hebraico, cuja identificação se torna dificultada neste anime em função do sistema fonético japonês, o qual dificulta sobremaneira a pronúncia correta das palavras em hebraico. Obrigado aos usuários Nilton Jr. e Ágatha Carcass pela informação.)



A parte sexual é explícita, cenas fortíssimas de sexo e violência, a bruxaria é mostrada como forma de conseguir poder e dominar as pessoas sexualmente, sem que haja qualquer questionamento moral sobre esses fatos. Para apreciadores de um bom hentai, vale a pena conferir.


Cátia Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário