sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Cátia Nunes


Sem enrolação por que isso não faz meu tipo. Ja entrei na casa dos trinta, a idade é implacável, as costas doem, a cabeça não funciona mais, trabalho e estudo, mesmo que não leve muito a sério ambos. Afinal, a vida deve ser aproveitada.

Sempre curti animes, mesmo antes de saber que era esse o nome daqueles desenhos com pessoal de "olho grande". Zillion é um dos animes que mais gosto, antigo mas divertidíssimo.Mas o primeiro que assisti e abriu minha mente pra esse grande universo de animação foi Captain Herlock, que passou por aqui no início dos anos 80, um dos meus favoritos até os dias de hoje.

Entrei na Animehaus a convite do meu amigo Marcelo em meados de 2002, e de lá pra ca, muita coisa aconteceu, inclusive uma promoção... ahahahah... agora concorro firme pelo cargo de "preguiçosa-mor".

E espero que o Animehaus continue acontecendo...sempre em frente.


TOP 10

1. Rurouni Kenshin OVAs
 
2. Berserk
 
3. Cowboy Bebop
 
4. Record of Lodoss War OVAs
 
5. Akai Koudan Zillion
 
6. The Vision of Escaflowne
 
7. Azumanga Daioh
 
8. Haibane Renmei
 
9. Fullmetal Alchemist
 
10. .hack//SIGN


MENÇÕES HONROSAS

1. Captain Herlock

Foi o primeiro anime que assisti, em 1980 ou 81, clássico dos clássicos, qualquer um com mais de 25 anos, ja viu ou ouviu falar de Herlock e da nave Arcadia, marcante não somente pela belíssima trajetória de Herlock, mas também por ser um dos pioneiros.
 
 
2. Laputa e Mononoke Hime

Studio Ghibli juntamente com Isao Takahata e Hayao Miyazaki são as exceções no mundo dos animes, e não poderia deixar de faltar na minha lista os 2 filmes que mais admiro, pela história e qualidade.
 
 
3. Victorian Romance Emma

Um dos poucos animes de época que conseguiu captar a essência do século passado e transferir isso a um anime que, apesar de não ter um estilo arrebatador, é extremamente cativante.
 
 
4. Saishuu-Heiki Kanojo (SaiKano)

Praticamente não há palavras para descrever a emoção que Saikano repassa aos que o assistem, este anime merece estar na lista, pelo simples fato de que foi um dos poucos animes que me chocaram.