quinta-feira, 16 de outubro de 2014

D. N. Angel (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 24/04/2005.

Ano: 2003
Diretor: Naruhisa Arakawa
Estúdio:
País: Japão
Episódios: 26
Duração: 23 min
Gênero: Comédia / Fantasia / Romance




Uma maldição rodeia a família Niwa, fazendo com que todos os jovens sejam destinados a sofrer uma mutação de corpo e personalidade ao completar 14 anos. Na história recente da família, mais um destes amaldiçoados está prestes a revelar seu segredo. Opa, enredo de filme de terror??? Nada disso...é uma comédia romântica...pode crer!!

Niwa Daisuke (Irino Miyu), um garotinho que está prestes a fazer 14 anos (sim, é ele o tal da maldição logo acima), está querendo declarar seu amor a uma linda garota, sua amiga Risa Harada (Asano Mayumi). Bom, nada de anormal, se Risa não estivesse apaixonada por um ladrão (isso mesmo, ladrão). Mas não é um ladrão qualquer, ela está apaixonada pelo lendário Kaitou Dark Mousy (Okiayu Ryoutarou), que surgiu do nada e despertou muito interesse na jovem. Tá bom, mas Dark não vê Risa com os mesmos olhos, em suma, ele não tá muito a fim de romance. Afinal ele gosta de outra pessoa... na verdade a irmã gêmea de Risa, Riku Harada (Nakayama Sara). Mas, para encurtar essa história, Riku não gosta de Dark, ela tá curtindo uma baita dor de cotovelo por Daisuke. 

Um circulo vicioso de amores não correspondidos, né? Mas tem outro porém: Dark e Niwa são a mesma pessoa, isto é, ocupam o mesmo corpo. Como?! Lembra da tal mutação?? Niwa se transforma em Dark justamente no dia em que leva o maior fora de Risa. Tá bom, tá bom, eu sei.... dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço, lei da física (mas não fala isso pra mim, fala pro criador da história!). 



Os personagens são engraçadinhos, bem desenhados e cheios de amor pra dar. Niwa, por exemplo, é um jovenzinho "tudo de bom", já Dark é o gostosão da história, parece se divertir muito mandando bilhetes à polícia avisando onde serão seus roubos, e se diverte mais ainda deixando todos com cara de bobo quando foge. Risa e Riku são tão parecidas como água e vinho (personalidades contrárias, apesar da aparente semelhança). Risa só gosta de Dark por que ele é bonito, alto, atraente e chama muita atenção, já que Daisuke, apesar de ser super "kawaii", é muito comum pra ela. Já Riku não dá a mínima pra relacionamentos ou pelo menos finge que não (ai, o cotovelo ta doendo!).

Como em toda boa história de ladrões, um policial deve aparecer, certo? E eis que surge Satoshi Hiwatari (Ishida Akira), um oficial no comando da polícia que tem como único objetivo prender Dark. Ele é forte, sério, calmo, frio, calculista, capaz de planejar nos mínimos detalhes as ações, precisando passos adiante como uma bomba relógio. Claro, me esqueci de dizer: ele é colega de Daisuke e tem 14 anos. õ.O


Nhaaa, que rolo!!! Existem outros personagens, mas comentar sobre eles iria enrolar ainda mais a cabeça de quem quer assistir a este belo anime. O enredo soa estranho, e realmente é. DNAngel estreou no Japão dia 3 de abril de 2003, com 26 episódios, dirigido por Habara Nobuyoshi e sendo animado com excelência pela Xebec. O tema de abertura 'Byakuya - 'True light' de Miyamoto Shunichi e ambos os temas de encerramento (afinal são 2, cantados por Minao, 'Yasashii Gogo' e 'Hajimari no Hi') são ótimos. O design é bonito, as imagens e os cenários foram primorosamente detalhados, tornando sua parte visual excelente. Os personagens foram bem explorados, mas o enredo é bem bobo. Em suma, é um bom anime, mas existem títulos melhores, que seguem a mesma linha.
Cátia Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário