quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Weiß Kreuz (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 16/11/2003.

Alternativos: Weiss Kreuz - Verbrechen Strafe
Ano: 2000
Diretor:
Estúdio: Studio DEEN
País: Japão
Episódios: 2
Duração: 29 min
Gênero: Aventura / Drama



Viajando em um trailer onde montaram sua nova floricultura, os jovens recebem um comunicado de seu novo chefe, Pérsia: descobrir o "por quê" de uma série de assassinatos de jovens estudantes. Essa é a nova missão do WeiB Kreuz. 

Mas "algo mais" está escondido por trás desses assassinatos... o que seria? Uma armadilha? A traição de Ken e Omi; o aparecimento das forças armadas; Manx, a secretária de Pérsia, parece estar envolvida; dois irmãos que tiveram a família assassinada por um coronel surgem com o desenrolar da história; mais pessoas assassinadas... por quê? Uma trama que parece não ter fim. Uma história que deixa a cabeça bem confusa, mas se esclarece num final totalmente inesperado. 

Uma salva de palmas para o design! Finalmente ajustaram o traço e, desta vez, igual em suas duas partes. Destituídos de efeitos especiais e dublagem a cargo de Takehito Koyasu & cia (que, digamos de passagem, fizeram um belo trabalho), você já deve estar pensando que esta é uma história imperdível, certo?




Infelizmente, não! A trama é complicada demais! A desenvoltura da história é muito boa, mas acabou sendo penosamente condensada em apenas dois episódios. Os dois OVA´s acabam ficando sem sentido... se bem que a própria história desses especiais não tem sentido. Se alguém acompanhou a série de TV até o final, sabe que os quatro rapazes desaparecem em meio a uma explosão e restam apenas duas garotas no final. (Ok ok! Não tenho o costume de ver os créditos de todos os animes, mas após apelos furiosos dos defensores da série, notei que existe uma brecha para continuação.)

Ainda assim, não há nenhuma ligação com o início ou final da série: eles apenas reaparecem... mas isso é totalmente perdoável, para que exista uma continuação da história, certo? Sei lá!... afinal, estes especiais não fazem sentido algum, parecem apenas uma extensão da história original que, ao invés de 24 episódios, passou a ter 26.

Não existe um meio termo para WeiB Kreuz: ou você ama ou odeia. Eu sou uma fã do mangá de Weiss, e acredito que isso justifica de certa forma minha ira contra a série de TV e os OVAs, pois foram totalmente alterados, desde o início da saga até o final. Para aqueles que a esta altura já estão querendo me matar, por detonar a série de TV e agora os OVAs, sugiro que dêem uma olhada só no primeiro volume do mangá para que entendam minha opinião. A história de WeiB que foi jogada para as telas é muito diferente da original.



E, para completar, infelizmente o produtor usou e abusou de situações completamente sem sentido, reviravoltas que não tem um porque, situações constrangedoras e irreais... numa avaliação final, eu diria que os OVA´s de WeiB Kreuz tem uma história tão profunda e instigante quanto a de Chapolin.

Cátia Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário