sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Daicon IV (Especial)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 03/07/2008

Alternativos: Daicon 4
Ano: 1983
Diretor: Hiroyuki Yamaga
Estúdio: Daicon Film
País: Japão
Episódios: 1
Duração: 5 min
Gênero: Aventura / Sci-Fi



O que é mais importante numa continuação de um anime? Uma produção técnica melhor ou um eixo história–enredo convincente? Uma boa história com certeza pode salvar um anime tecnicamente fraco, mas o contrário... é muito difícil.

Produzido em 1983 pela Daicon Film, Daicon 4 é mais um anime experimental desse pequeno estúdio que, mais tarde, viria a se tornar a Gainax. Como o próprio nome sugere, trata-se da continuação do OVA anterior, Daicon 3, cuja resenha você pode conferir também aqui no Animehaus.

Se no OVA anterior a qualidade visual era bem sofrida para a época, este já não padece do mesmo mal. Daicon 4 conta com uma produção bem mais primorosa e caprichada. O uso das cores e efeitos visuais continua no mesmo patamar do anterior, entretanto a movimentação dos elementos na tela teve um salto de qualidade impressionante. Em alguns momentos você até percebe uns pequenos momentos de recaída, como seria esperado... mas, no geral, as diferenças entre o OVA anterior e este ficaram muito acentuadas. Quanto ao departamento sonoro, houve uma pequena mudança. Na verdade, no lugar da trilha sonora orquestrada e efeitos sonoros, a Daicon Film decidiu colocar a música "Twilight" da banda inglesa Electric Light Orchestra como única fonte sonora do anime, como se fosse um vídeo clipe da musica.


Se melhorar a animação já fez com que o padrão de qualidade subisse muito, o mesmo não se pode dizer da história... Aliás, quem disse que tem história?! Exatamente no ponto forte de Daicon 3 é que Daicon 4 deixa a peteca cair...

Daicon 4 traz de volta a nossa ”pobre garotinha indefesa“ (!) do filme anterior depois que ela cresce e se torna mulher. Vestida de ”coelhinha da Playboy“ (^^!), nossa personagem ‘sem nome’ agora se torna uma verdadeira super heroína e viaja pelo mundo afora lutando contra diversos vilões que, como no OVA anterior, tratam-se de personagens de outras produções famosas como Ultraman, Star Wars, Godzilla, Batman, etc. O problema é que não há mais história alguma, apenas a retratação de diversos momentos em que a personagem luta e vence seus inimigos, como se fosse um trailer de um filme.

Daicon 4 fez muito mais sucesso que o filme anterior, entretanto a falta de uma história e/ou enredo não justifica a melhora na qualidade visual para ”tapar o buraco“. Não chega a ser decepcionante, mas faz muita falta.

Ao contrario do que parece, nenhum elemento apresentado no anime foi devidamente registrado. Desde os personagens de outras produções até a própria musica de fundo são absolutamente ”piratas“ (O mesmo vale para Daicon 3). Isso impediu que o anime pudesse ser distribuído comercialmente, o que levou a Daicon Film a produzir e distribuir um lote bem limitado do anime em LaserDisc no Japão gratuitamente.



Daicon 4 não chega a ser um anime ruim, mas descartável talvez seja o melhor adjetivo. A falta de uma historia e um enredo pesou muito, especialmente se comparado ao OVA anterior, o qual ironicamente é bom no eixo enredo-história mas deixa a desejar no lado técnico. O interessante é que desde os primórdios da Gainax, a empresa já pensava em belas mulheres com pouca roupa... ^_^ Se você assistiu FLCL e não entendeu porque no 5o capítulo a personagem Haruko pronuncia ”Daicon V“ vestida de ”coelhinha da Playboy“, assista Daicon 4 e descubra.


Emanuel Silva Sena


Nenhum comentário:

Postar um comentário