segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Gundam 00 2nd (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 11/08/2009


Alternativos: Mobile Suit Gundam 00 Second Season, Kido Senshi Gandamu 00
Ano: 2008
Estúdio: Sunrise
Diretor: Seiji Mizushima
País: Japão
Episódios: 25
Duração: 23 minutos
Gênero: Mecha/Drama/Sci-fi/Guerra



Em 2312, quatro anos após a última luta entre a organização armada “Celestial Being” e as Forças das Nações Unidas, foi formada a chamada “Federação da Esfera Terrestre” com o intuito de unificar ainda mais as nações mundiais e assim estabelecer a paz concreta. Juntamente com a Federação, foi criada uma força de segurança independente do exército oficial desta, chamada “A-LAWS”, cujo objetivo é destruir e eliminar qualquer organização anti-governamental, com o pretexto de assegurar a paz.

Porém, esse novo governo não é nada mais do que uma mera fachada, garantindo a paz apenas para quem faz parte da elite social, enquanto continua guerreando e explorando outras nações do mundo, a fim de garantir seu poder. Mesmo que o quadro político tenha sofrido essa alteração, nada realmente mudou no mundo.

Enquanto isso, Saji Crossroad, após perder sua irmã e deixar sua namorada por motivos referentes à guerra, arranja um emprego no espaço, mais especificamente como um funcionário em um dos Elevadores Orbitais. Após uma coincidência infeliz, Saji é confundido pela Federação como um membro da organização anti-governamental “Katharon”, e acaba tendo de trabalhar contra a vontade em uma área industrial da colônia espacial “Proud”. Esta colônia, porém, é violentamente atacada pela A-LAWS sob o pretexto de terem encontrado um encouraçado da Katharon pousando por ali.

Para averiguar a situação e, talvez, cessar o conflito a tempo, Setsuna F. Seiei (que sobreviveu à luta de quatro anos atrás) se infiltra na colônia e acaba se encontrando com Saji, que era seu antigo vizinho.

Depois de ser salvo, Saji acaba tendo de permanecer juntamente a Celestial Being, agora fazendo os preparativos para reunir toda a antiga equipe e, principalmente, recuperar todos os Gundam Meisters.

Sendo jogado de cabeça na realidade da guerra, Saji agora deve decidir como deseja viver sua vida e quais são os verdadeiros valores morais que deve seguir, enquanto Setsuna volta a lutar em busca da paz, mesmo não tendo mais certeza sobre o que é realmente necessário para que a humanidade finalmente ache um caminho próspero.

Agora em sua segunda temporada, Gundam 00 traz um enredo ainda mais sólido e de caráter um pouco mais filosófico sobre a guerra e os motivos que levam os seres humanos a realizá-la. Tudo está melhor organizado e bem trabalhado em "2nd", mesmo que seu início comece de maneira demasiado forçada, devido aos momentos finais da temporada anterior.

Um exemplo disso é que, no primeiro episódio, já descobrimos que Lockon possui um irmão gêmeo idêntico nunca antes citado durante a primeira temporada... Conveniente, não? Além desta, temos mais alguns acontecimentos e “resgates” de personagens meio sem nexo, não se encaixando tão bem na história como deveriam, mas isso pode ser facilmente perdoado, tendo em vista que não houve nenhuma mudança absurda na personalidade de ninguém do elenco.


Esse começo forçado, porém, parece servir para montar a base dos acontecimentos que vêm depois, que não são nada menos que incríveis e bem planejados. Foi claramente dada mais atenção a criar um pano de fundo para que as idéias para esta nova temporada (que, no caso, foi meio corrida devido à mudança de rumo do enredo, feita pelo próprio diretor no fim da temporada anterior) pudessem ser reproduzidas de maneira convincente e impactante, o que certamente ocorre.

O visual de "2nd" sofreu uma sensível mudança, principalmente durante as lutas, que estão absolutamente incríveis e absurdamente bem movimentadas, dando até gosto de voltar no vídeo para vê-las novamente. Aliás, algumas delas são, no mínimo, emocionantes.

O design de personagens continua de qualidade, com traços agradáveis e que cumprem bem seu papel. Os “slowdowns”, que eram razoavelmente freqüentes na primeira temporada, agora aparecem bem menos e geralmente em cenas sem grande importância, deixando claro que todo o orçamento foi deixado para as lutas e cenas mais impactantes, que não deixam a desejar em momento algum.

A trilha sonora continua cumprindo muito bem seu papel, com destaque para a apresentação “Hanaku mo Towa no Kanashi” (UVERworld) e aos encerramentos “Prototype” (Chiaki Ishikawa) e “Trust You” (Yuna Ito). Algumas músicas de fundo chegam a ser épicas e empolgantes, porém a maioria passa despercebida.

Mesmo que o enredo de "2nd" seja, em geral, muito bom, uma história com uma base em acontecimentos forçados geralmente não consegue se desenvolver sem alguns atropelos e, infelizmente, esse é o caso aqui. Alguns personagens da história, mesmo tendo participado da primeira temporada, chegam a ser completamente inúteis em 2nd, dando a impressão que, se fossem retirados, praticamente nada seria perdido (Mr. Bushido que o diga...). Além dos completamente inúteis, ainda há os personagens mal-aproveitados e com poucas aparições, mesmo que estas sejam às vezes necessárias para resultar em algum acontecimento que dará continuidade à história. Também vale lembra que, mesmo sendo um dos quatro protagonistas, Allellujah Haptism chega a ser quase totalmente esquecido durante a série, tendo apenas um episódio “pessoal” que trata de seu passado, para depois ser deixado em segundo plano.

O maniqueísmo nessa temporada, apesar de aparecer de uma maneira mais amena, continua dominando o roteiro em certas ocasiões. Os Gundam Meisters são realmente os heróis da história, cada um com seu motivo nobre e justificável para lutar, perdendo um pouco daquela dúvida quanto às ações da Celestial Being serem realmente corretas. Além disso, é possível resumir a história em um novo conflito: Celestial Being x A-LAWS, sendo que estes são justamente os personagens que salvam a série de cair no maniqueísmo exagerado. A maioria dos soldados da A-LAWS realmente luta por motivos pessoais, sejam estes ódio, redenção ou até mesmo vontade de terminar com os conflitos de uma só vez, acreditando que a Celestial Being é a causa de todos eles.



Mesmo com alguns problemas na organização de alguns elementos do enredo, Gundam 00 2nd ainda consegue superar sua primeira temporada de modo muito bem feito, com um enredo que toca de um modo mais filosófico na guerra e na facilidade com que os humanos podem se iludir ou se enfurecer pelo simples fato de não serem capazes de compreenderem uns aos outros, mesmo que o final seja meio simplista e um tanto previsível.

OBS: Como a Sunrise simplesmente não perde ao menos uma oportunidade de lucrar, o último episódio já anuncia que será produzido um filme de Gundam 00, previsto para 2010. Ainda não se sabe se será uma continuação ou apenas um recap geral da série... O jeito é esperar pra ver.


Lucas Funchal



Nenhum comentário:

Postar um comentário