segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Ookami Kakushi (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 28/05/2010


Alternativos: Spirited Away by the Wolf
Ano: 2010
Estudio: AIC
Diretor: Nobuhiro Takamoto
País: Japão
Episódios: 12
Duração: 25 min
Gênero: Drama / Mistério / Terror / Comédia



Baseado em uma visual novel lançada para PSP pela Konami, com o roteiro original feito pelo grupo “07th Expansion” (Higurashi no Naku Koro Ni, Umineko no Naku Koro Ni), Ookami Kakushi trata-se de um anime de mistério e terror... Pelo menos em teoria.

Hiroshi Kuzumi acaba de se mudar com a família para uma pequena cidade afastada nas montanhas, chamada de Jouga. Essa cidade é dividida em duas partes, velha e nova. Os habitantes da parte velha (moradores cujas famílias moram na cidade já faz gerações) em geral não se relacionam muito com os da nova, que consistem de pessoas que mudaram recentemente para Jouga, em sua maioria.

Logo no primeiro dia de escola, Hiroshi percebe que chama muito a atenção de seus colegas sem motivo aparente, inclusive se relacionando com uma garota chamada Isuzu Tsumuhana, que parece estar louca por ele, em um amor selvagem à primeira vista.

As coisas começam a ficar estranhas quando pessoas relacionadas a Hiroshi somem repentinamente do mapa. Hiroshi e uma outra amiga da cidade nova, então, começam a adentrar mais fundo na história de Jouga, mais particularmente envolvendo a misteriosa lenda dos “Lobos de Jouga”.

A premissa e atmosfera inicial do anime é boa o suficiente para se construir um anime de mistério com algumas pitadas de violência, não? Pena que esse não foi bem o caso.

O problema de Ookami Kakushi é que, para uma série de 12 episódios, temos muita enrolação. Quando o espectador pensa que a história finalmente vai engrenar, ela volta a uma monotonia sem fim durante um episódio inteiro. Certas cenas, inclusive, poderiam ser facilmente descartadas sem ninguém sentir falta, o que é estranho, pois dizem que o roteiro original da visual novel é relativamente grande. Logo, como foi que arranjaram tempo para enrolar com conversas monótonas e fanservice?


O enredo finalmente aperta o passo lá pelo episódio 6, ficando até interessante e, a cada episódio, constrói-se mais expectativas para o próximo. O problema é que só faltam mais seis, sendo que o último é uma gama de historinhas aleatórias e cômicas (nada engraçadas, por sinal), nos deixando mais cinco episódios para desenvolver e concluir a trama. Apesar da finalização mediana e relativamente corrida, até que, pelo menos nesses últimos cinco episódios, o enredo flui de maneira agradável, apesar de não parecer se considerar como um anime de mistério mas, sim, como um “harém com ação”.

Como esperado em uma série de 12 episódios com enrolação, os personagens não são grande coisa. Quase todos eles caem em todos os clichês possíveis em um anime. A menininha de voz chata que fica correndo atrás do protagonista sem trégua, o protagonista pensativo e sem muita atitude, a menina misteriosa mas que obviamente é boazinha lá no fundo, e assim vai... O único personagem que parece se destacar, por se mostrar mais humano, é justamente Sakaki, o vilão da série.

A animação é muito bem feita, com cores fortes e movimentações dos personagens muito bem trabalhadas. Não há nenhum momento em que a qualidade de animação deixa a peteca cair, exceto talvez quando usa de efeitos em 3D um pouco exagerados aqui e ali. O traço dos personagens é mediano, daqueles que todos estamos super acostumados a ver.

Ookami Kakushi brilha mesmo na parte musical. Os temas de abertura e encerramento ("Maboroshi no Sora", de FictionJunction, e "Tsukishirube", de Yuuka Nanri) são ótimos, além das músicas de fundo em geral ajudarem muito a entrar no clima.



No geral, Ookami Kakushi poderia ter sido um ótimo anime se tivesse se focado mais nos elementos de mistério e violência do que nas relações entre personagens batidos e desinteressantes. Por mais que as coisas melhorem mais à frente, simplesmente não salvam o pacote como um todo. Não cheguei a ler a visual novel, mas segundo comentários na internet, temos aqui mais um caso de adaptação mal feita do material original. Mas, caso você seja fã do 07th Expansion ou esteja procurando algo pra passar o tempo, Ookami Kakushi até quebra o galho. Afinal, são só 12 episódios. Vale a pena uma conferida, porém não vai encontrar nada muito acima da média.


Lucas Funchal


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário