sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Re: Cutie Honey (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 03/07/2008

Ano: 2004
Diretor: Hideaki Anno
Estúdio: Gainax
País: Japão
Episódios: 3
Duração: 45 min
Gênero: Ação / Comédia / Drama



Poucos estúdios conseguem deixar certas características de forma tão marcante em suas produções, a ponto de poder-se até identificar quem o produziu só de assisti-lo.

Produzido em 2004 por Gainax, Re-Cutie Honey é um anime que combina absolutamente com a filosofia ”fan-service“ da Gainax. Derivado de uma versão original produzida pelo estúdio Toei, é difícil imaginar como a Gainax não imaginou ele antes da Toei, e fácil saber o porquê de seu interesse em produzir uma versão especial deste.

Tecnicamente, Re-Cutie Honey é um anime de altíssima qualidade. Personagens bem desenhados, efeitos de luz e sombra bem desenvolvidos, ótima movimentação e ângulos de câmera bastante ousados (!), e efeitos computadorizados aplicados de forma muito bem planejada. O design estilístico é maravilhoso, combinando em tudo com a proposta do anime. Em momento algum você verá os temidos ”cortes de verba“. A trilha sonora é bem eclética e segue os moldes das versões originais da Toei com uma roupagem bem mais atualizada, com forte apelo Disco, dando um tempero totalmente diferente do esperado. As vezes, por causa da música, não se sabe se é um momento realmente sério ou um prelúdio de um deboche ^^. Felizmente, nos momentos (realmente) sérios há uma delicada trilha sonora orquestrada, com poucos instrumentos e arranjos, mas que cumpre muito bem o seu papel sem queda de qualidade.

A principio, a história de Re-Cutie Honey é basicamente uma super-heroína levemente ”cabeça-de –vento“ e de identidade secreta que luta contra o mal. Nossa heroína no caso é a atrapalhada Honey Kisaragi, junto com a investigadora Natsuko Aki (Nachan!) que é totalmente diferente de Honey em todos os aspectos, sendo absolutamente fria e rígida, e sem querer, acaba sendo eleita a mais nova (e única...) amiga de Honey; além do italiano Seiji Hayami e de uma adorável Bachan. Até aqui não parece muita coisa, porém mais tarde a história evolui muito mais que o previamente imaginado!

Em um importante laboratório secreto, estava sendo desenvolvido um projeto de Nano-Robôs que interagem imitando formas humanas. Entretanto, um atentado destrói todo o prédio e vitima o principal cientista que, pouco antes de morrer, ativa o seu ultimo projeto para acabar com as terríveis pessoas que transformaram seus planos em uma grande ameaça...


Se você acredita que Re-Cutie Honey não passa de uma ”desculpa“ para mostrar mulheres nuas em posições eróticas, concluiria que você está quase certo. Mesmo com cenas quase infindas de (muitas!) mulheres nuas em posições eróticas ^^, Re-Cutie Honey tem uma história tão bem retratada que definitivamente merece ser conhecida. Ao contrário do que este tipo de anime costuma nos ofertar, tem ótima mobilidade entre momentos de comédia, fan-service, drama, fan-service, terror, fan-service, ação, fan-service... xD Enfim, ele conta com um enredo muito bem construído, tão bom que chega a cativar facilmente espectadores ”mais sérios“, usando com maestria cirúrgica a exploração psicológica dos personagens e a interação entre eles com sentimentos como amor, revolta, amizade, amargura, compaixão e perdão. Esperar por momentos capazes de comover o espectador só pela honestidade de seus diálogos sem o uso de pieguices ou emocionalismos previsíveis é um fato certo, dando ao OVA uma beleza e um comprometimento pouco esperados neste tipo de produto, e por isso, acaba surpreendendo ainda mais o espectador.

Re-Cutie Honey é um anime muito recomendado, não só pela sua qualidade visual e sonora, ou pelas milhares de mulheres sensuais que aparecem por todos os lados mas, principalmente, pela sua história incrivelmente bem construída e cheia de momentos enriquecedores, munido de um enredo detalhadamente bem construído. Algo bastante raro de se encontrar com relativa facilidade.



Este anime se encaixa perfeitamente com a proposta pregada pela maioria das produções da Gainax ultimamente: trabalho técnico primoroso e uma enxurrada de situações com extremo apelo sexual, mas um eixo história-enredo tão bem desenvolvido que consegue agradar em cheio até aos mais céticos.


Emanuel Silva Sena


Nenhum comentário:

Postar um comentário