sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Sonic: Night of the Werehog (ONA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 28/11/2009

Ano: 2008
Diretor: Takashi Nakashima
Estúdio: Sega Animation Studio
País: Japão
Episódios: 1
Duração: 10 min
Gênero: Comédia / Ação / Aventura



É possível que uma animação promocional consiga ser melhor recebida pelo mercado e crítica do que a produção do qual ele deriva? Por mais improvável que seja, a resposta com certeza é ”sim“.

Produzido em 2008 por Sega VE Animation Studios, "Night of Werehog" é uma animação distribuída gratuita e globalmente para promoção do jogo Sonic Unleashed (ou Sonic World Adventure no Japão), produzido e lançado na mesma data também pela própria Sega.

Night of Werehog é completamente produzido em animação 3D, e tecnicamente o "movie" é muito bem feito. Personagens bem construídos e com bom acabamento geral, ângulos de câmera interessantes, movimentação fluída, seqüências animadas com boa quantidade de quadros por segundo, excelentes texturas e alto nível de detalhamento em alta definição, efeitos especiais bem desenvolvidos e condizentes com a proposta visual do filme.

Apesar de todo o "movie" ser dramatizado dentro de uma casa, os cenários conseguem não ser repetitivos devido a mudanças constantes de elementos de alvenaria e do mobiliário, passando a sensação para o espectador de que os eventos retratados realmente acontecem em cômodos diferentes da residência. Mesmo assim, eles são sempre escuros e parecem ter vindo de algum jogo no estilo ”Resident Evil“.

Os efeitos sonoros também são ótimos, e a trilha sonora, apesar de ser demasiadamente genérica na maior parte do tempo, também conta com boa produção.

Com pouco mais de 10 minutos de duração, o "movie" tem uma história bastante simples. Sonic e seu mais novo amigo Chip encontram uma casa abandonada para fugir da chuva. Eles não sabem mas, nesta casa, 2 fantasmas atrapalhados disputam o coração de uma bela fantasminha, com fotos que eles mesmos tiram dos sustos dados aos intrusos que entram nela...


Mesmo com tão pouco tempo, o enredo é bem desenvolvido e as situações acontecem com boa progressão, excluindo problemas esperados, como algumas partes corridas ou arrastadas, pois o espectador consegue digerir e compreender cada momento retratado sem excessos ou falhas de desenvolvimento e/ou continuidade. A história é de fácil compreensão e seus momentos são bem retratados.

Um fato interessante é que não existem diálogos em "Night of Werehog", a comunicação entre os personagens do "movie" é feita unicamente através das expressões corporais dos mesmos, tornando-o compreensível também para deficientes auditivos. Entretanto, economizar com dubladores em diversas línguas parece ter sido o verdadeiro motivo dessa excentricidade, mas que soa positivamente ao enredo, pois dessa forma, a personalidade dos personagens fica bem demarcada e proporciona um bom nível de exploração psicológica dos mesmos, devido a esta maior intensidade expressiva em detrimento da ausência de vozes.

Talvez os principais problemas desta obra, além do curto período de duração, seja a falta de inovação. Mesmo com o trabalho primoroso, tecnicamente não espere por nada além do que já não tenha sido visto em outras animações do tipo. Entretanto, seus outros atributos visuais, sonoros e relativos à história e progressão de enredo conseguem neutralizar essas pequenas falhas.



"Night of Werehog" é definitivamente um bom "movie", simples e funcional, capaz de agradar a crianças e adultos sem perda de tempo com longas histórias ”pano de fundo“ e com um desenvolvimento de enredo claro e eficaz. Mesmo com tão pouco tempo, o carisma de seus personagens e o primor de sua produção conseguem fazer valer cada minuto.


Emanuel Silva Sena


Nenhum comentário:

Postar um comentário