quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

801 T.T.S. Airbats (OVA)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 31/03/2009

Alternativos: Aozora Shoujotai
Ano: 1994
Diretor: Yuji Moriyama
Estúdio: Fantasia
País: Japão
Episódios: 7
Duração: 28 min
Gênero: Ação / Aventura / Comédia



Quando o assunto é militarismo, o mundo dos animes praticamente se divide em dois: militarismo no estilo medieval, com espadas e tudo mais; ou militarismo futurista, geralmente com o uso de mechas. São poucos os animes que tratam desse tema com um roupagem contemporãnea, e "801 T.T.S. Airbats" é um desses poucos animes.

A série de 7 episódios é uma espécie de "slice of life" sobre uma unidade de aviões de caça das forças armadas japonesas, mostrando o dia-a-dia das pessoas que fazem parte dessa divisão. Como todo anime do gênero, espere por bastante comédia. Há também uma dose considerável de romance.

Airbats é interessante também por mostrar o funcionamento das forças armadas japonesas. Muita gente acredita que o Japão é um daqueles países em que não existe militarismo. Mas ele existe e é um dos mais bem equipados do mundo. O nome dessas forças é Japan Self-Defense Forces (JSDF), o que passa a idéia de que elas apenas servem para manter a soberania do país, como acontece no Brasil. Todavia os militares japoneses estão mais pro estilo americano mesmo, se envolvendo onde não são chamados e indo parar em conflitos em várias partes do mundo. China, Iraque, Coréia do Norte e Moçambique são exemplos de países que já foram parcialmente ocupados pela JSDF.


Voltando ao review, vamos falar um pouco dos personagens do anime, que nem chegam a ser muitos. Os protagonistas são três, sendo Isurugi Takuya o mais importante deles. Otaku e mecânico da equipe, ele é o típico "too-pure-pure-boy" que vocês já devem ter visto em muitas outras produções por aí. As outras personagens principais são duas belas pilotos, Haneda Miyuki, que possui uma personalidade amigável mas é, no fundo, uma pessoa extremamente competitiva; e Arisa Mitaka, também bastante competitiva e que, ao contrário da Miyuki, possui uma personalidade um tanto "estourada". Outros personagens relevantes da série são o comandante Mitsuru Konishi, a subcomandante Saginomiya Sakura e a piloto, digamos, reserva, Shimorenjaku Yoko.

O esquadrão 801 é considerado a escória da JSDF. Por isso, mesmo sendo bons profissionais, todos os personagens que fazem parte do grupo escondem um motivo pelo qual foram "jogados" lá. Ah, também vale comentar que existe um quase inevitável triângulo amoroso formado por Takuya, Miyuki e Mitaka.

801 T.T.S. Airbats é uma série prazerosa de se assistir. Seu desenvolvimento segue um ritmo muito bom e seu humor, embora simples, é bastante divertido. Seus personagens seguem o mesmo passo: nenhum deles é o suprasumo da criatividade, mas são todos bem interessantes. Só é uma pena o anime ser tão curto. Aliás, esse é seu principal problema, pois em apenas 7 episódios não temos a chance de ver a relação entre os personagens evoluir muito.

Tecnicamente, Airbats se sai bem. A obra é dona daquele traço típico dos anos 90, que eu considero muito bonito. A qualidade da animação segue o padrão de todos os bons OVAs e a trilha sonora, assim como o traço, deixa transparecer a época em que foi produzida, ou seja, é no estilão anos 90 também.



Eu diria que 801 T.T.S. Airbats é um daqueles animes perfeitos para serem vistos numa tarde de sábado. Uma boa série de comédia, com algumas situações interessantes e com um pouco de cultura. Afinal, assistindo a Airbats é possível também conhecer um pouco sobre a JSDF.


André Pequeno


Nenhum comentário:

Postar um comentário