quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Black Lagoon: The Second Barrage (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 09/09/2007

Ano: 2006
Diretor: Hiroki Hayashi
Estúdio: Madhouse
País: Japão
Episódios: 12
Duração: 24 min
Gênero: Ação



Eis aqui o review de Black Lagoon: The Second Barrage, a segunda temporada de um dos animes mais brutais (no sentido literal) de todos os tempos. Essa empreitada acrescenta mais 12 capítulos à série, a qual totaliza, até agora, 24 episódios.

Ao contrário do que geralmente acontece com as ”novas fases“ no mundo da animação, The Second Barrage não adiciona nenhuma grande novidade à franquia. Os personagens principais são os mesmos, o cenário é o mesmo (salvo os últimos episódios) e o estilo de direção também continua o mesmo. Porém, considero essa segunda temporada melhor que a primeira. Motivo? O que o primeiro Black Lagoon tinha de mais interessante foi aperfeiçoado nessa continuação, ou seja, as cenas de ação de ficaram ainda melhores. As perseguições, as lutas, as explosões, o tiroteio... Tudo está muito mais animal que antes. E olha que, em termos de ação, a primeira fase de Lagoon era suprema.


Como já foi comentado, os protagonistas (Revy, Rock, Dutch e Benny) continuam os mesmos (o que é ótimo), e outros personagens tradicionais, como Balalaika e Irmã Eda, também (o que é melhor ainda). Durante as novas aventuras dos mercenários, novos personagens secundários (em forma de inimigos) vão aparecendo. Dentre eles eu destacaria dois: Roberta, uma empregada ”barra-pesada“ que parece ser prima do Exterminador do Futuro; e Ginji Matsuzaki, um membro da yakuza que possui grande habilidade com espada e tem os mesmos instintos assassinos de Revy. Ainda vale salientar que o conteúdo filosófico, político e social que a primeira série trouxe continua firme e forte nessa segunda fase.

No quesito técnico, Black Lagoon mantém a altíssima qualidade de animação, com aquele detalhamento e traço marcante que a primeira temporada apresentou. A dublagem e trilha sonora também continuam ótimas (os temas de abertura e encerramento não mudaram).



A Madhouse fez um trabalho esplêndido com The Second Barrage. Quem gostou da primeira temporada do anime vai certamente adorar essa seqüência. O único problema é que a série deixa uma sensação de que existe um The Third Barrage vindo por aí. Rezemos por isso.


André Pequeno


Nenhum comentário:

Postar um comentário