quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Digimon X-Evolution (Movie)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 24/09/2005

Alternativos: Digital Monster X-Evolution
Ano: 2005
Diretor: Hiroyuki Kakudou
Estúdio: Toei Animation
País: Japão
Episódios: 1
Duração: 80 min
Gênero: Aventura / Ação / Mecha



Depois de passar algum tempo sem dar as caras na TV japonesa, a série Digimon está voltando com força em 2005. Comenta-se que essa pausa na série tenha ocorrido para não desgastá-la. O primeiro resultado desse reinício é o filme Digimon X-Evolution, exibido na TV Fuji em Janeiro deste ano. O movie também serviu como uma "prévia" da quinta temporada da série, Digimon Chronicles.

O Digimundo está com problemas (oh! sério!?). Por algum motivo o "administrador" do mundo digital, conhecido com Yggdrasil, pretende acabar com o digimundo e criar um novo lugar onde apenas um certo número de digimons selecionados poderão viver. Para realizar tal plano é ativado o X-Program, um vírus que irá destruir e reconstruir o mundo. Mas o próprio Digimundo parece ter sentido a ameaça, e como resultado disso começaram a nascer digimons com o fator "anti-x", que pode anular os efeitos do vírus. Esses digimons são vistos como ameaça pelo "administrador" e, para eliminá-los, foi espalhado um boato de que os digimons com o fator "anti-x" trariam caos ao Digimundo. Assim sendo, os seres nascidos com tal fator começam a ser perseguidos, tantos pelos digimons normais quanto por digimons de alto nível, guardiões de Yggdrasil, conhecidos como Cavaleiros Reais (todos de espécies já famosas nas séries de TV). Dentro deste ambiente caótico surge um digimon roxo que aparenta ter uma forma mais evoluída e poderosa do fator "anti-x" e, como você já deve estar imaginando, inicia-se uma enorme confusão em torno desta criatura.

Este é o inicio do enredo de X-Evolution. Diferentes das séries e do primeiro movie, não há digiescolhidos envolvidos, e a estória se passa totalmente no digimundo. O enredo criado é realmente interessante e original, no entanto, ele é mostrado de forma meio acelerada, deixando as coisas um pouco confusas. Mas não é nada muito grave: no final, o enredo consegue prender a atenção do espectador. Em relação aos personagens, pode-se dizer que eles cumprem bem seus papéis. Nenhum possui uma personalidade memorável, mas também não chegam a fazer feio. Vale dizer que nenhum deles tem uma personalidade clichê, o que já é algo impressionante. Os destaques ficam por conta dos três Cavaleiros Reais e suas dúvidas sobre as ordens de Yggdrasil.

Como vocês já devem ter notado pelas imagens, o filme é totalmente feito por computador. Apesar de não ser um trabalho de animação do nível produzido pela Square Enix e outras grandes produtoras japonesas de games (que são verdadeiramente as melhores do mundo nessa arte), as CGs de X-Evolution são de ótima qualidade, mostrando bons movimentos e belos efeitos especiais. Como o anime possui muitas batalhas intensas, os animadores aproveitaram para caprichar nos efeitos de "magia" que ficaram realmente impressionantes. A parte sonora, apesar de não acompanhar a qualidade do visual, é satisfatória: a dublagem é boa, os efeitos sonoros e trilha sonora também.



Digimon X-Evolution pode não ser uma grande obra, mas é uma aventura que consegue garantir bastante diversão e belas imagens pelas suas 1 hora e 17 minutos de duração. Certamente é um filme obrigatório para os fãs dos monstros digitais (como eu).


André Pequeno


Nenhum comentário:

Postar um comentário