quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Minami-ke (TV)

OBS: Resenha publicada originalmente no Animehaus em 13/04/2008

Ano: 2007
Diretor: Masahiko Ohta
Estúdio: Doumu
País: Japão
Episódios: 13
Duração: 24 min
Gênero: Comédia



Baseado no mangá de Koharu Sakuraba, 'Minami-ke' é uma série de 13 episódios que se encaixa perfeitamente no gênero que os americanos chamam de 'slice of life story'. Esse é o nome usado para designar enredos que não pretendem contar nada além do dia-a-dia de pessoas comuns; quer dizer, são estórias que não apresentam grandes ações, conflitos, dramas ou romances. É um gênero narrativo pelo qual o autor busca contar pequenos acontecimentos das vidas dos protagonistas, sem se preocupar muito com uma inter-relação entre tais fatos. Exemplos de animes do gênero são 'Azumanga Daioh', 'Ichigo Mashimaro', 'Lucky Star', 'Hidamari Sketch', 'Cromartie High School' e 'Kyou no Go no Ni', sendo este último criação do próprio Sakuraba.

Assim como todas as séries 'slice of life', Minami-ke é um anime de comédia leve; quer dizer, o ritmo da narrativa é lento, os diálogos são, geralmente, calmos, e há uma atmosfera de 'paz' envolvendo todos os episódios. Em outra palavras, Minami-ke é o extremo oposto de produções de comédia agitadas como 'FLCL', 'Golden Boy' ou 'Green Green'. Não é um humor feito para o espectador morrer de rir; é algo produzido para você apenas achar graça e relaxar, uma diversão sem compromisso.

Os personagens principais são as irmãs Minami: Chiaki, Kana e Haruka. Todas com personalidades bem distintas, formando um grupo heterogêneo, mas que atua com um harmonia rara. Chiaki é a mais nova; estudiosa, bem comportada e um pouco arrogante, sempre termina as frases dirigidas à sua irmã Kana com um belo 'bakayaro' ('idiota' ou 'imbecil', em japonês). Exagero? Nem tanto, pois Kana, de certa forma, merece esse tratamento; a garota é piradinha, está sempre fazendo besteira e tendo as idéias mais mirabolantes, as quais muitas vezes acabam envolvendo a Chiaki; a única que consegue controlar essa turma é Haruka, a irmã mais velha que age como uma mãe para a família. Embora seja gentil na maior parte do tempo, com apenas um olhar ela é capaz de fazer qualquer tremer nas bases. Além das protagonistas, há vários outros personagens legais na série. Não vou comentá-los aqui porque senão vocês levariam o dia todo para ler o texto. Apenas me limito a afirmar que todos os outros personagens são, de fato, muito bons; não há um que você olhe e pense: "a série estaria melhor sem ele". É algo notável, pois na maioria dos animes sempre tem uma ou outra figura que ninguém suporta.

A série foi produzida pelo estúdio Doumu, o mesmo responsável por 'Ichigo Mashimaro'. O traço que o desenhistas da equipe desenvolveram é muito bonito; na verdade, ficou até melhor que o mangá. É um traço apropriado para um anime de comédia, pois até mesmo as expressões mais comuns dos personagens acabam ficando engraçadas. A animação e a colorização também são de primeira, não há do que reclamar.

No departamento sonoro podemos ouvir músicas de fundo bastante parecidas com as encontradas em 'Mashimaro', o que é, sem dúvida, algo positivo. A canção de abertura, cantada pelas próprias dubladoras, é simplesmente genial (pode parecer besta de inicio, mas depois você acaba viciado, assim como a abertura de 'Ichigo').Para finalizar, posso dizer que 'Minami-ke' é quase perfeito. Só peca em alguns momentos que acabaram ficando meio monótonos demais; porém, é algo que não chega a cobrir nem 10% do conteúdo total da série.



A vida das irmãs Minami foi, certamente, uma das mais agradáveis surpresas do ano de 2007. Esse ano estamos acompanhando a continuação direta, intitulada 'Minami-ke Okawari', que está sendo desenvolvida por outra empresa, o estúdio Asread, o qual produziu 'Shuffle!' e auxiliou em outras produções, como 'Jyu Oh Sei'.


André Pequeno


Nenhum comentário:

Postar um comentário