sábado, 1 de abril de 2017

Glossário

Este glossário tem como objetivo descrever o significado de alguns termos utilizados nas resenhas do site, para uma melhor compreensão dos textos pelo leitor e para sanar quaisquer dúvidas sobre o significado dos termos. Não há a pretensão de se criar um dicionário japonês/português ou uma enciclopédia da cultura japonesa. Portanto, algumas palavras terão em sua descrição apenas o sentido em que nós a usamos, e não todos os sentidos que podem assumir, sem contar que a grafia dos termos não necessariamente é a romanização correta mas, sim, a forma mais encontrada de grafia do termo.

Caso encontrem algum termo em uma resenha que não tenha sido listado aqui, por favor, entrem em contato.



AMV
Sigla para “anime music vídeo”. AMVs são vídeos feitos por fãs a partir da junção de várias cenas de um ou mais animes com uma música (as vezes mais, mas é muito incomum) qualquer no fundo. Existe uma grande comunidade de criadores e AMVs na internet onde quem quiser pode pegar tutoriais e dicas de como fazer o seu AMV.

Anime
Deriva da pronúncia japonesa do termo em inglês "animation" e denomina, no Japão, qualquer animação. No ocidente o termo é usado para se referir apenas a animações japonesas.

Anime de Harém
Termo usado para categorizar animes que apresentam uma personagem principal masculina que vive rodeado por várias personagens femininas. Normalmente, mas nem sempre, são comédias românticas.

Aniparo
Junção dos termos “anime” e “parody”, significando este último paródia em "inglês", ou seja, designa paródias de animes.

Anisong
Contração de Anime com “song” que significa música, canção em inglês. Portanto, o termo significa músicas de anime.



BGM
Sigla para o inglês "Background Musi"c, que significa música de fundo ou música ambiente. Quando usada no ramo da animação, designa aquelas músicas da trilha sonora da animação que tocam durante os episódios com o objetivo de ajudar a construir o clima da cena.

Bishoujo
Termo em japonês que significa "bela garota". Também pode ser usado para designar um gênero de animes que discorrem sobre essas belas garotas.

Bishounen
Significa algo como "belo garoto", porém o prefixo -bi denota uma beleza feminina. Os bishounens são caracterizados por terem características européias, sendo altos, esguios e tendo o rosto estreito e uma aparência andrógina.

Burusera
Burusera é o termo que denomina lojas no Japão onde se vendem calcinhas e uniformes usados de colegiais. No ocidente o termo está sendo usado para designar os fetiches presentes nos animes, especialmente o fetiche por colegiais.



Cantabile
Termo musical italiano que significa “cantável” ou “como uma canção”. Estilo de piano um pouco mais livre e solto, como que imitando uma doce voz humana.

Chara
Abreviação do inglês “character”, que significa personagem.

Character Design
É a criação visual do personagem (ou "character") de um animê. Não tem a ver com a concepção do personagem em si, mas com a adaptação dele para um traço uniforme e característico a ser seguido pela equipe de animadores. O character designer pode ou não ser fiel ao traço do mangá, e isso geralmente depende de acertos entre o autor e os produtores.

Chibi
Em japonês é um termo usado para descrever uma pessoa baixa ou uma criança. Nos animes é usado para descrever ou uma versão criança de uma personagem ou uma versão caricatural desta que ocasionalmente aparece no anime em momentos cômicos. Neste último caso tem significado semelhante ao de "super deformed".

Con
Abreviação do inglês “convention”, que significa literalmente convenção.CGI
Sigla para o inglês "Computer Generated Imagery", ou seja, imagens gerada por computador. Designa normalmente a aplicação de efeitos 3D em filmes, seriados de TV, animações, etc., mormente para a criação de efeitos especiais.

Cosplay
Abreviação de "costume play" (ou "roupa de brincar"), é o termo usado para as fantasias de personagens (seja de mangás, animês, tokusatsu ou games) usadas por fãs. No Japão, movimenta uma indústria milionária e já existem concursos em diversos eventos espalhados pelo Brasil.



Distro
Grupos de pessoas que distribuem animes legendados para outros fãs.

Doujinshi
É um termo que se refere a uma obra autopublicada no Japão. Entre estas destacam-se mangás, jogos e romances. No Japão isso é levado a sério e existem grandes convenções onde estes doujinshi são expostos e vendidos. Normalmente retratam paródias ou estórias alternativas de trabalhos já consagrados mas, não raro, têm enredo próprio.

Dorama
Versão japonesa da pronúncia japonesa de "drama". Serve para designar tanto as novelas de TV japonesas como os áudio dramas que podem passar no rádio ou serem vendidos diretamente em CD e que consistem basicamente em juntar os dubladores das personagens de um anime, jogo, mangá, etc. e fazê-los interpretar os personagens em estórias alternativas, paródias ou até mesmo coisas como os acontecimentos anteriores à estória do anime, histórias paralelas ou seqüências.



Ecchi
Termo que, acredita-se, vem da pronúncia em japonês adaptada da pronúncia em inglês da letra H, que é a primeira letra em hentai. No Japão, como adjetivo significa lascivo, sexy; como verbo (ecchi suru, fazer “ecchi) significa intercurso sexual; e como substantivo pode ser usada para se referir a um pervertido. No ocidente é usado para designar animes e mangás que contenham conteúdo erótico, mas que não apresentam sexo.

ED
Sigla para "ending", que é encerramento em inglês, e se refere à seqüência de encerramento de um anime.



Fanart
Do inglês “fan”, que significa fã, e “art” que significa arte. Termo usado para designar desenhos feitos por fãs baseados em uma obra original.

Fandubber
Pessoa(s) que faz(em) fandub.

Fanfic
Abreviação de "Fan Fiction", que significa, em inglês, ficção feita por fãs. Histórias escritas por fãs.

Fandub
Uma forma curta de "fan dubbed", que significa dublado por fãs, ou seja, fandub é um programa de vídeo dublado por fãs.

Fan-service
Termo aplicado a certas situações encontradas em animes e mangás que são desnecessárias à estória e que são inseridas só para atrair a atenção da audiência. O tipo mais comum de "fan service" são situações de cunho erótico como peitos balançando, calcinhas à mostra, etc.

Fansub
Forma curta de "fan subtitled", que significa legendado por fãs, ou seja, Fansub é um programa de vídeo legendado por fãs.

Fansubber
Pessoa(s) que faz(em) fansub.



Gekigá
Termo japonês que significa desenhos dramáticos. É usado para descrever mangás com uma temática mais pesada, adulta e experimental., gekiga, Desenhos dramáticos, mangás com uma temática mais pesada, adulta e experimental.



Hentai
Gíria japonsesa que significa pervertido e é usado pelos ocidentais para se referir a animes, mangás e jogos com conteúdo sexual explícito. No Japão se usa proibido para menores de 18 anos, ecchi/H anime/mangá/game ou então o prefixo ero- para indicar que este tipo de conteúdo está presente.



Idol
Em japonês pronuncia-se “aidoru”. Usado para designar celebridades, normalmente do sexo feminino, adolescentes ou mulheres jovens, que fazem sucesso como cantoras, atrizes ou modelos e se tornam ícones pop no Japão. É comum que passem de uma área para outra, por exemplo modelos atuando e atrizes cantando. Algumas nem tem talento fora de sua área de atuação, mas dado o culto às celebridades no Japão, essas incursões em outras áreas fazem sucesso.



J-Music
Termo geral para música proveniente do arquipélago japonês.

J-Pop
Termo para música pop vinda do Japão.

J-Rock
Termo geral usado para qualquer música ou banda de rock and roll vinda do Japão.

Josei
Significa "mulher jovem". O termo é usado para designar mangás cujo público alvo são mulheres no fim da adolescência e no começo da idade adulta.



Kaiju
Normalmente traduzido como "monstro", o termo ganhou popularidade com os "kaiju eiga" (ou "filmes de monstro"), que foram a base do cinema de ficção japonês. Iniciando com Godzilla em 1954, o gênero reinou nos anos 60, mas perdeu força com a invasão dos super-heróis para TV. Os "kaiju" mais famosos no Japão são: Godzilla, Mothra, Gamera, King Ghidra e Baltan (da saga da Família Ultra).

Kunoichi
Denominação correta para mulheres-ninjas.

Kyodai Hero
Gênero inaugurado em 1966 com Ultraman, se caracteriza por apresentar um herói gigante (kyodai). A década de 70 se viu invadida por várias imitações de Ultraman.



Live Action
Significa "ação ao vivo" e serve para designar qualquer produção que utilize atores ao invés de desenhos ou animações. No universo dos seriados japoneses, o termo ganhou força para diferenciar os filmes de efeitos especiais (tokusatsu) dos animes. No Brasil, os mais famosos foram Ultraman, Ultra Seven, Spectreman, Jaspion e Changeman, entre outros.

Lolicon
Vem da contração de "Lolita Complex" e significa atração por garotinhas. Pode ser usado para caracterizar estórias e situações onde essa atração esteja presente.



Mangá
Termo usado no Japão para se referir às histórias em quadrinhos.

Mangaka
Autor e desenhista do mangá.

Manhua
Termo chinês para histórias em quadrinhos. Costumam ter grande influência dos mangás.

Manhwa
Termo coreano para desenhos, quadrinhos e desenhos animados. Fora da Coréia do Sul é usado para designar os quadrinhos sul-coreanos. Assim como os Manhua, são fortemente influenciados pelos Mangás.

Mahou Kanojo
Significa "namorada mágica" em japonês e é utilizado para descrever belas garotas que normalmente são o retrato da mulher ideal para a audiência masculina, têm poderes especiais e aparecem de repente na vida do protagonista da estória, geralmente um Zé-ninguém, mudando-o para sempre.

Mahou Shoujo
Significa "garota mágica" em japonês e é um termo utilizado para designar tanto o gênero dos animes e mangás onde estas garotas aparecem como, também, as próprias garotas mágicas, que costumam ser garotas normais que recebem o poder de se transformar e lutar contra as forças do mal para proteger a Terra.

Mecha
Abreviação do termo em inglês "mechanical", serve para designar os robôs gigantes dos animes. Pode ser usado também para designar um gênero no qual estes robôs aparecem.

Metal Hero
Os heróis metálicos surgiram nos anos 80 e o primeiro deles foi o Space Cop Gavan (de 1982). Antes dele já existiam heróis robóticos, mas Gavan foi um seriado inovador ao apresentar um herói humano que materializava uma armadura de combate hi-tech em seu corpo.



Otaku
No Japão é usado para classificar pessoas que são fanáticas por um assunto qualquer, incluindo entre estes anime, mangá e jogos. No ocidente o termo assimiu o sentido de fã de mangá e anime.

OP
Sigla para "Opening", que é "abertura" em inglês e se refere à seqüência de abertura de um anime.

OST
Sigla para "Original Sound Track" que, em português, significa trilha sonora original de um anime.

OVA
Sigla para "Original Video Animation", animação original para vídeo em inglês. Este termo é usado para denotar os animes que são lançados diretamente no mercado de vídeo, sem antes passar por cinemas ou pela TV.



SD
Sigla de "super deformed". Versão caricatural da personagem com corpo roliço, pequeno, cabeção e braços pequenos, utilizada para expressar emoções exageradas e são usadas principalmente em momentos cômicos.

Seiyuu
"Dublador" em japonês.

Seinen
Significa "homem jovem". O termo é utilizado para designar mangás cujo público alvo são homens no final da adolescência e no começo da idade adulta.

Shotacon
Vem de Shotaro (nome comum para personagens masculinas crianças) Complex e significa atração por garotinhos. Pode ser usado para categorizar estórias onde este tipo de sentimento exista.

Shoujo
Significa "garota". Serve para designar estórias que têm garotas como público alvo.andrógina como os homens são retratados. O tema predominante é o romance, nas mais diferentes abordagens (tanto hetero como homossexuais), com espaço para aventuras e densas histórias de terror também.

Shoujo-Ai
"Shoujo" significa "garota", e "ai", amor. No ocidente se refere a estórias que retratam relacionamentos amorosos entre personagens femininas, mas sem sexo. No Japão é sinônimo de lolicon.

Shounen
Significa "garoto". Serve para designar mangás e animes que têm garotos como público alvo.

Shounen-Ai
"Shounen" significa "garoto", e "ai" significa "amor". O termo é usado para se referir a estórias onde existem relações amorosas entre personagens masculinas, mas sem sexo.

Super Sentai
Sentai em japonês significa grupo. Super Sentai é um super grupo. O termo designa os tokusatsus live action onde temos um grupo de heróis onde cada um tem um uniforme de uma cor, um robô gigante que se une aos dos outros heróis formando um super robô e lutam para defender a Terra de um grupo de monstros malignos.



Tankobon
No Japão, boa parte dos mangás têm um capítulo lançado numa revista, juntamente com capítulos de outros mangás, revistas essas feitas para serem lidas e jogadas fora. O "tankobon" é a compilação dos capítulos de um mangá, impressa num papel de maior qualidade.

Tokusatsu
Significa "efeitos especiais" em japonês e é usado para designar as produções de TV ou cinema de ficção-científica, terror e fantasia, como filmes de monstro, heróis mascarados, esquadrões de heróis, entre outros.



Yaoi
Termo que designa as estórias onde existem relações carnais entre homens.

Yuri
No ocidente se refere aos mangás onde há relações carnais entre mulheres. No Japão se refere a quaisquer estórias onde existam relações amorosas entre mulheres, sejam carnais ou não.



-chan
Sufixo diminutivo usado para se referir a crianças, animais, amantes, amigos íntimos e pessoas que se conhece desde a infância. É usado para se referir a crianças e mulheres da família. É usado para garotas e para mulheres com as quais se tem intimidade. Referir-se a um garoto ou homem usando este sufixo sem ter uma grande intimidade com este pode ser considerado ofensivo.

-dono
Sufixo respeitoso usado por pessoas importantes ao lidar com outras pessoas importantes. Por exemplo um rei não se referirá a outro como sama pois estaria se rebaixando. Também é usado para pessoas de patente superior nas forças armadas ou para pessoas para as quais grande respeito é dedicado mas não o suficiente para se usar sama.

-kouhai
Kouhai significa júnior. É usado para se referir a pessoas mais novas e menos experientes em certo ambiente como, por exemplo, um aluno de série inferior ou um recém entrado em uma academia de artes marciais. Se dirigir diretamente a um novato usando o sufixo kouhai normalmente é considerado ofensivo, sendo mais polido utilizar o sufixo kun.

-kun
Sufixo íntimo usado para crianças do sexo masculino, entre homens na mesma faixa etária e para animais de estimação machos. Também é usado por veteranos para se referir a seus juniores e neste caso é comum o sufixo ser utilizado para mulheres.

-sama
Sufixo extremamente respeitoso utilizado ao se tratar com gente muito importante como um membro da realeza, um nobre ou alguém de um nível social muito superior. Usado por comerciantes para se referir aos clientes. Também é usado por alguns fãs mais histéricos para enaltecer seus ídolos.

-san
Sufixo respeitoso, usado ao se tratar com gente com quem não se tem muita intimidade, com gente mais velha ou com seu(s) chefe(s).

-sempai
Sempai significa veterano. Este sufixo é usado ao se referir a alguém que seja mais antigo e experiente que a pessoa que o usa em determinado ambiente, por exemplo um aluno de série superior ou um colega de trabalho de posição similar mais com mais tempo de serviço. Sempai pode ser usado sozinho, sem a necessidade de dizer o nome da pessoa antes.

-sensei
Sensei é usado principalmente ao se referir a professores, mas também é usado ao falar com médicos, advogados e outras autoridades. Também é usado para pessoas que atinigiram certo grau de maestria em certa área, por exemplo, um grande escritor poderia ser chamado de sensei.



Nenhum comentário:

Postar um comentário